A católica paquistanesa Asia Bibi foi jogada na prisão em 14 de junho de 2009, sob a acusação, mundialmente questionada, de “ter blasfemado contra o islã”. Casada e mãe de 5 filhos, ela foi condenada, um ano depois, a nada menos que o enforcamento!

Desde 2013, após duas transferências de presídio, Asia Bibi fenece em uma das três celas sem janelas do corredor da morte de Multan, no Punjab. Em 2017, passados mais de 3.000 dias e noites de angústia, solidão e terror inimagináveis, ela ainda aguarda o veredito final.

Do inferno em que é mantida presa à sombra do horror de não saber o dia nem a hora em que a sua vida pode ser extirpada de modo aberrantemente cruel e injusto, ela escreveu esta prece a Jesus Cristo:

Leia também:
Número de católicos no mundo aumentou?
Padre se nega a dar comunhão a moça e causa revolta; Entenda o motivo

Senhor Ressuscitado, permite que a tua filha Asia ressuscite contigo.

Rompe as minhas correntes, liberta o meu coração para além destas barras e acompanha a minha alma, para estar perto das pessoas que eu amo e sempre perto de ti.

Não me abandones no dia do tormento, não me prives da tua presença. Tu, que sofreste a tortura e a cruz, alivia o meu sofrimento. Sustenta-me perto de ti, Senhor Jesus.

No dia da tua ressurreição, Jesus, eu quero orar pelos meus inimigos, por aqueles que me feriram. Rezo por eles e te peço que os perdoes pelo mal que me fizeram.

Peço-te, Senhor, que retires todas as barreiras, para que eu alcance a bênção da liberdade. Peço-te proteção para mim e para a minha família.

Rezemos nós também por ela e demos-lhe apoio. Assim rezaremos e apoiaremos todos os cristãos perseguidos mundo afora, em meio aos seus sacrifícios inimagináveis para simplesmente serem fiéis Àquele em quem acreditam do fundo do coração.

Fonte: Aleteia

Faça um comentário