Pelo seu caráter eclesial, a paróquia é comunidade evangelizadora.

A paróquia tem por missão principal a evangelização, porque constitui um pequeno e fundamental núcleo eclesial. Ela faz parte essencial da Igreja, que é, por natureza, missionária, porque se origina da missão do Filho e do Espírito Santo, segundo o desígnio de Deus Pai.

A missão da Igreja é evangelizar, pois Jesus enviou seus discípulos proclamar a Boa Nova do Reino de Deus a todos (Mt 10,5-15; Mc 6,6-13; Lc 9,1-6). Evangelizar constitui “a graça e a vocação própria da Igreja, a sua mais profunda identidade. Ela existe para evangelizar, ou seja, para pregar e ensinar, ser o canal do dom da graça, reconciliar os pecadores com Deus e perpetuar o sacrifício de Cristo na santa missa, que é a memória da sua morte e gloriosa ressurreição” (Paulo VI. Exortação Apostólica sobre a Evangelização no Mundo Contemporâneo, no. 14).

Sinal visível e concreto da Igreja, a paróquia desperta, forma e envia os discípulos missionários, comprometidos com Jesus Cristo e sua evangelização no mundo atual. “Todos os membros da comunidade paroquial são responsáveis pela evangelização dos homens e das mulheres em cada ambiente” (DAp, 171).

Conheça o CONASPAR – Congresso Nacional de Secretários Paroquiais
Assine a Revista Paróquias e receba em casa material sobre Gestão Eclesial

Tarefas missionárias da paróquia

Como comunidade evangelizadora, a paróquia desempenha três principais tarefas missionárias: profética, sacerdotal e real. Continua hoje a obra de Jesus profeta, sacerdote e rei.

Tarefa profética: consiste no anúncio e ensino da Boa Nova da salvação. Os paroquianos são convidados a escutar, aprender e comunicar a Palavra de Deus, para que o Salvador seja conhecido, amado e seguido por seus contemporâneos.

Tarefa sacerdotal: é santificar os fiéis e a sociedade contemporânea. Por isso, celebra a presença salvadora e pascal de Jesus nos sacramentos e na oração, para a glorificação da Santíssima Trindade e a santificação da humanidade.

Tarefa real: é a promoção da pessoa humana, a formação da comunidade cristã e a transformação da sociedade, tendo em vista a construção do Reino de Deus, que já começa na história e torna-se pleno na eternidade. Por isso, todos os paroquianos devem realizar o bem, o amor, a justiça, a verdade, a beleza, a solidariedade, a reconciliação e a paz em suas vidas, na família, na comunidade, no trabalho, nas estruturas sociais, na política, na economia e no mundo.

3 ações evangelizadoras da paróquia

Impulsionada pelo dinamismo missionário, a paróquia realiza ações evangelizadoras em seu âmbito: a querigmática, a catequética e a pastoral.

  1. Ação querigmática: consiste na proclamação da mensagem essencial da fé cristã tanto para aqueles que não conhecem o Evangelho, como aqueles que estão afastados e não foram suficientemente evangelizados, tem em vista sua conversão fundamental à pessoa de Jesus Cristo.
  2. Ação catequética: visa à educação orgânica e fundamental daqueles que já estão convertidos ou redescobriram a fé. A catequese destina àqueles que estão se preparando para realizarem os sacramentos de iniciação cristã e, também, aos que, já são batizados e cristãos conscientes, necessitam de continuar o aprofundamento na formação cristã.
  3. Ação pastoral: é a atenção e a assistência que recebem os fiéis já engajados na comunidade cristã, buscando seu progresso contínuo e à animação de sua missão evangelizadora na Igreja e na sociedade.

A ação pastoral da paróquia estimula e anima a vida comunitária dos fiéis, aprofundando e fortalecendo sua comunhão fraterna.

A ação pastoral da paróquia busca também orientar e animar a missão dos cristãos no mundo. Desperta-os e forma-os para viver, testemunhar e realizar o Reino de Deus em todos os âmbitos humanos: família, trabalho, relações sociais, cultura, política, ciência, ecologia e tecnologia, para transformando o mundo de acordo com os valores do Reino de Deus.

Pe. Eugênio Antônio Bisinoto, CSsR é Sacerdote Redentorista e Escritor. Autor do livro: “Para Conhecer e amar Nossa Senhora”, publicado pela Editora Santuário.

Contato: [email protected]

Fonte: Revista Paróquias, ed. 30. Para ler mais matérias sobre gestão eclesial, assine já: (12) 3311-0665 ou [email protected]

Faça um comentário