A tumba de São João Paulo II é o lugar de peregrinação dentro do Vaticano mais representativo e mais procurado pelos fiéis e turistas provenientes dos cinco continentes. Calcula-se que, em média, 18 mil pessoas rezam todos os dias diante da tumba de Karol Józef Wojtyla.

Agora, a última morada do corpo do santo pode ser observado em tempo real, através de uma webcam. Novidade absoluta para quem não pode ir a Roma. A cada dois minutos, a imagem é atualizada.

Leia também:
Santuário de Fátima acolhe relíquia de São João Paulo II
O dia em que até a Ferrari chorou a morte de São João Paulo II

Mesmo assim há ainda quem pense que o santo, canonizado pelo Papa Francisco em 27 de abril de 2014, encontra-se nas Grutas Vaticanas. O certo é que a tumba está localizada na Basílica de São Pedro, mais especificamente na Capela de São Sebastião.

Desde o dia 2 de maio de 2011 os fiéis e peregrinos que visitam o Vaticano podem rezar diante da tumba que, depois da beatificação, foi trasladada da cripta de São Pedro até a mencionada capela, que fica na nave central da Basílica.

Depois de seis anos da morte do então beato, foi o secretário do pontífice polonês, Stanislaw Dziwisz, que presidiu o traslado do féretro a um lugar visível e acessível. Abaixo do altar, conservam-se os restos mortais do santo, lacrados com uma pedra de mármore onde se vê a inscrição: “IOANNES PAVLVS PP. II”. As tumbas de João XIII e Pio X também se encontram em outras áreas adjacentes dentro da Basílica.

Fonte: Aleteia

Faça um comentário