O Papa Francisco recentemente ganhou de presente uma Lamborghini Furacão, mas esta não é a primeira vez que um Pontífice ganha um carro esportivo veloz: a Ferrari deu a São João Paulo II um modelo Enzo.

A Ferrari Enzo, que homenageia o seu fundador, Enzo Ferrari, foi lançada no mercado em 2002 e inicialmente só foram fabricadas 399 unidades deste modelo, custava mais de meio milhão de dólares. O carro conseguia chegar a 160 quilômetros por hora em apenas 6,6 segundos.

Veja também:
Quer visitar a tumba de São João Paulo II sem ir ao Vaticano?
Urgente: Relíquias de sangue de São João Paulo II são roubadas

A 400º Ferrari Enzo foi fabricada especialmente para ser entregue a São João Paulo II.

Os executivos da empresa italiana de automóveis entregaram o presente ao Papa em janeiro de 2005, mas ele pediu que fosse vendido e o valor arrecadado fosse para ajudar as vítimas do tsunami que atingiu o sudeste asiático em dezembro de 2004.

São João Paulo II morreu em abril de 2005, dois meses antes da realização do leilão nas instalações da Ferrari em Maranello, na Itália. A venda do carro arrecadou um 1,1milhão de dólares, que foram entregues por executivos da empresa ao Papa Bento XVI em dezembro de 2005.

Ao entregar ao Santo Padre o valor arrecadado, os executivos da Ferrari deram de presente a Bento XVI o volante do veículo de corrida do campeão de Fórmula 1 Michael Schumacher, com uma dedicatória: “O volante do Campeão do Mundo de Fórmula 1 para Sua Santidade Bento XVI, piloto do cristianismo”.

Uma Ferrari “papamóvel”

Em junho de 1988, em uma visita à fábrica da Ferrari em Maranello, São João Paulo II usou, como papamóvel, uma Ferrari Mondial Cabriolet com um teto conversível.

Fonte: ACI Digital

Faça um comentário