Entre os inúmeros benefícios do turismo religioso estão a divulgação e a preservação da arquitetura e patrimônio religioso, representado por igreja, capelas, imagens sacras e objetos de uso religioso.

Por isso, merece aplausos a iniciativa do Sebrae Goiás – Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, que elaborou um prático e interessante manual que ajuda a divulgar a arte e a arquitetura sacras do Estado.

Denominado Elementos da Iconografia de Goiás, o manual é resultado de dois anos de estudos e pesquisas em cidades e regiões relevantes para a formação cultural do povo goiano, como Goiânia, Alto Paraíso, Cavalcante, Cidade de Goiás, Corumbá, Pirenópolis, Serranópolis, Teresina, Trindade, Parque das Emas e Chapada dos Veadeiros.

Dividido por temas (arte religiosa, arqueologia, arquitetura, atrativos naturais, fauna, flora, folclore e cultura), o manual apresenta 120 ícones captados em detalhes de fachadas de prédios históricos, manuscritos dos séculos XVIII e XIX, vitrais, esculturas, relevos, frutos, animais, cerâmicas, ritos, festas e pinturas rupestres datadas de 9000 anos a.C.

Além do resgate cultural e da descoberta de novos símbolos, o manual deve servir de referência para arquitetos, artesãos, publicitários, artistas, estilistas, designers e empreendedores de um modo geral.

Benefícios
O uso de imagens referentes às artes e à arquitetura religiosa é importante para a divulgação dos destinos de turismo religioso e podem ser instrumentos para fomentar o trabalho de artesãos e pequenos empresários, gerando renda e empregos, além de ajudar a fixar o homem à terra, alguns dos benefícios mais visíveis do turismo religioso.

O Manual pode ser baixado em formato .PDF diretamente no site do Sebrae Goiás. O capítulo sobre Arte e Arquitetura Religiosa pode ser baixado clicando neste link.

Fonte: Viagens da Fé

Faça um comentário