Em época de crise, toda alternativa de racionamento é bem vinda.  Ainda mais nas despesas do dia a dia, como limpeza da casa e alimentação.
Por isso, nós separamos cinco dicas para você reduzir a quantidade de lixo produzida na sua casa, economizar na compra de verduras e legumes e, consequentemente, ter uma alimentação mais saudável.

Algumas das propriedades mais incríveis da natureza é sua capacidade de recomeçar, de se regenerar, seja para voltar à forma anterior ou, às vezes, como algo novo que pode surpreender. Isso acontece com alguns alimentos que podem estar, inclusive, dentro da sua geladeira.
A técnica utilizada é – em sua maioria – com base no cultivo com água, o que nós chamamos de alimento hidropônico – você já deve ter visto essa palavra no supermercado.

Então, nada de jogar fora aquela raiz ou aquele dente de alho que você não vai usar. Aprenda a reutilizar alguns alimentos:

1. Cebolinha:

ceb

Geralmente, as raízes da cebolinha não são aproveitadas nos pratos, mas elas têm uma força que você não imagina. Mergulhando-as num copo com água, que deve ser trocada diariamente, em cinco dias você terá uma mini plantação de cebolinhas hidropônicas.

2. Alho:

alho

Não, infelizmente você não terá novos dentes de alho. Mas, vai descobrir algo novo para seus pratos.
Se você mergulhar alguns dentes num copo com um pouco de água, sem deixar cobrí-los totalmente, e cuidar para que a água seja trocada sempre que ficar turva, em 15 dias você terá uma plantação de brotos de alho. Eles vão muito bem com batatas assadas, húmus, guacamole e qualquer tipo de salada.
Dica – use sempre a parte verde mais escura e não a proximidade do dente de alho.

3. Alface Romana:

alface

Sabe a cabeça da alface que você joga fora? Não faça mais isso. Em vez de jogar no lixo, pegue uma caneca grande com cerca de um dedo d’água e deixe a cabeça da alface ali, de preferência em aglum lugar que pegue um pouco de sol. Cheque a água todos os dias e reponha sempre que necessário. Assim, em 20 dias você terá folhas novinhas para consumir.

4. Manejricão:

manj

Aos pizzaiolos e amantes de pizza de plantão! Já pensou em ter uma fonte eterna de manjericão em casa? É possível. Separe um galhinho do manjericão que você comprou na feira e corte com uma faca de lâmina afiada logo abaixo dos nós (de onde saem novas folhas e galhos), deixando a muda com cerca de 10cm de altura. Tire todas as folhas dos galhinhos, deixando apenas as da parte superior. Mergulhe-os em um copo cheio de água, deixando apenas as folhas para fora. Mantenha o copo em um local fresco, mas que bata a luz do Sol, e troque a água de vez em quando. Raízes vão nascer e quando atingirem cerca de 5cm de altura, separe cada galhinho em um novo copo. Cuide para que as plantas tomem cerca de 6h de Sol por dia e em 45 dias terás manjericão para vida toda.

5. Batata doce:

bata

Compre uma batata doce no mercado, fure-a com palitos de espeto e deixe-a suspensa em um copo com água, de modo que apenas metade dela fique submersa. Troque a água periodicamente e tenha paciência até que as mudas comecem a germinar. A espera valerá a pena: uma única batata doce pode originar mais de 50 mudas. Plante algumas mudas em um vaso de terra espaçoso e aí é só esperar. O cultivo da planta segue da forma tradicional: garanta que ela tome um pouco de luz e regue-a periodicamente. O processo todo, até ter novas batatas para a salada e pratos especiais, dura 10 meses.

Então, gostou das dicas? Teria algo a acrescentar? Deixe seu comentário.

 

Por Catholicus Entretenimento com informações de Asboasnovas.com

Compartilhe:

Faça um comentário