Ocupe um lugar onde você possa expressar suas ideias de forma que todos os demais presentes possam observar sua abordagem

1 – Uma reunião interna é uma situação de alta exposição pessoal e as respostas que você apresentar sempre devem ser objetivas, claras, inteligentes e que façam sentido aos assuntos em pauta. Prime por isso!

2 – Preze por uma postura que demonstre conhecer os assuntos em questão, pois você, certamente tem idéias próprias e que devem ser valorizadas. Contribua com sugestões positivas, prestando muita atenção a todos os comentários dos demais participantes. Jamais busque falar com o companheiro que está ao seu lado enquanto outra pessoa conduz a reunião.

Conheça o CONASPAR – Congresso Nacional de Secretários Paroquiais

3 – Se foi você quem convocou a reunião, lembre-se sempre de determinar um horário de início e término do encontro. Se for possível transmitir antecipadamente aos demais presentes da reunião os assuntos que serão tratados, você terá muito mais condições de organizar uma pauta e distribuir o tempo (limitação de horário) para cada assunto a ser discutido.

4 – Problemas são para serem resolvidos ou administrados de forma objetiva. Jamais se apegue a desculpas com base em feitos do passado, ou subterfúgios. Se for preciso discordar de algum companheiro durante a reunião, seja claro dizendo que não concorda com a idéia ou sugestão apresentada. Jamais discorde da pessoa, mas sim do que ela acabou de apresentar.

5 – Jamais ocupe o lugar à frente de uma pessoa que, porventura, você sinta vontade de desafiar ou discordar, por achá-la incapaz ou porque há algum conflito pessoal. Ocupe um lugar onde você possa expressar suas ideias de forma que todos os demais presentes possam observar sua abordagem.

“O ignorante afirma, o sábio duvida, o sensato reflete”. Aristóteles – Filósofo grego.

Dalmir Sant’Anna é palestrante motivacional. Site: www.dalmir.com.br

Compartilhe:

Faça um comentário