Aos 62 anos, o norte-americano Charles Alston vive há 25 anos em uma penitenciária de Nova York.

Condenado por roubo armado pelo  juiz Carl Fox, 61, Alston ficou sabendo que o juiz estava com leucemia e na mesma hora escreveu uma linda carta se oferecendo para doar medula óssea.

Um dos trechos da carta diz: “Você foi o juiz do meu julgamento, em que fui condenado a 25 anos de prisão. Eu sei que você está em busca de um doador de medula óssea compatível. Eu posso ou não ser compatível, mas estou disposto a fazer esse sacrifício se necessário“.

Alston garante que não guarda qualquer tipo de rancor pela condenação, uma vez que, segundo ele, se não fosse isso, ele nunca teria se tornado um homem melhor.

Embora muito emocionado e tocado com o gesto de Alston, infelizmente o juiz não pôde aceitar, pois detentos não podem fazer doações de sangue ou de medula devido ao alto risco de doenças infecciosas. “Eu fiquei emocionado e completamente surpreso“, disse Fox.

InmateDonation_interna

Para ver a reportagem completa com os dois protagonistas, clique aqui.

Uma prova de que o amor entre seres humanos pode sempre vencer:

Fonte: Hypeness / Razões para acreditar

Compartilhe:

Faça um comentário