Catedral manifesta pesar por mortes na escadaria da Sé

Dois homens foram baleados e mortos na tarde da última sexta-feira, 4.

O cura da Catedral Metropolitana Nossa Senhora da Assunção e São Paulo, na praça da Sé, Padre Luiz Eduardo Baronto, manifestou, por meio de nota, pesar pelo duplo homicídio ocorrido nas escadarias do templo na tarde desta sexta-feira, 4.

Diferentemente do que foi veiculado pela mídia, não houve uma tentativa de assalto a uma fiel no interior da Catedral. Segundo os seguranças da Sé, um casal foi visto ajoelhado no interior da Catedral por alguns minutos. Logo depois, os dois saíram pela porta principal e iniciaram uma discussão no lado de fora. O homem, que estava armado, rendeu a mulher, quando um morador de rua que estava na escadaria tentou socorrer a vítima e foi baleado pelo criminoso, que, em seguida, foi atingido por policiais militares que chegaram no local.

Segue a íntegra da nota:

Nota da Catedral da Sé

“Aparte-se do mal e faça o bem, busque a paz e siga-a”. (1Pd 1,11)

Manifesto meu profundo pesar pelo duplo homicídio ocorrido no dia de hoje (04/09) à frente da Catedral Metropolitana de São Paulo.

O triste acontecimento nos fala de modo trágico de como a violência não é solução para resolver situações de conflito, quaisquer que elas sejam. A Catedral é casa de Deus para todos os que buscam a reconciliação e a paz e estará sempre de portas abertas para o encontro com Deus, a oração, o perdão dos pecados e a súplica pela paz.

Na Catedral, rezamos em sufrágio dos que perdem a vida nas tragédias e violências de todos os dias e convidamos todos a suplicar a Deus para que a paz se restabeleça em nossa cidade e cenas como essa não venham a se repetir.

São Paulo, 4/9/2015

Pe. Luiz Eduardo P. Baronto
Cura da Catedral da Sé

Fonte: Regional Sul 1 CNBB

Compartilhe:

Faça um comentário