Família de Nazaré em fuga para o Egito | Foto : Reprodução

Muitos cristãos, na maioria ortodoxos, estão se preparando para a celebração do natal no dia 7 de janeiro.

Terça-feira, 7 de janeiro será o dia da celebração do Natal para as Igrejas Orientais Católicas e as Igrejas Ortodoxas. Dentre elas, estão as igrejas do Oriente Médio, Alto Egito e católica greco-ucraniana.

A data que é mais popularmente conhecida ao redor do mundo para a celebração do Natal, é dia 25 de dezembro. No entanto, as igrejas orientais a comemoram no dia 7 de janeiro, uma vez que seguem o calendário juliano.

Leia mais:
 Encontro com Jesus pode mudar o caminho que seguimos, diz Papa

Buscando a paz

Aqui no Oriente Médio o clima está muito tumultuado; na Líbia ao nosso noroeste, em Gaza no leste e no Sudão no sul, e agora as atitudes da Turquia. O clima ao nosso redor é verdadeiramente perigoso e ameaçador. Portanto o maior desejo é manter a paz e a serenidade.”

Relata o Padre Boules Garas, secretário-geral do Conselho das Igrejas do Egito, ao descrever seus votos para o ano novo.

Leia mais:
 Processo de Beatificação de Padre Léo já tem data de abertura anunciada

 A inauguração da igreja ortodoxa em Minya

Vale ressaltar que a igrejas cristãs do oriente já sofreram grandes retaliações por não pertencerem a religião predominante da região. Porém, os cristãos se alegram com a reabertura da igreja de Anba Moussa al-Asswad, recém restaurada.

Trata-se da reinauguração de uma das 84 igrejas que foram destruídas pela Irmandade Muçulmana em 2013, depois do golpe de Estado de 3 de julho. Tal fator, é interpretado pelos fiéis como motivo de esperança.

Fonte: Vatican News 

 

 

 

 

Compartilhe:

Faça um comentário