Apesar de já ter falado sobre o assunto abertamente várias vezes, nem todo mundo sabe que o ator Wentworth Miller, que hoje em dia está em “The Flash” e “Legends of Tomorrow”, passou por um período bem difícil após o fim da série “Prison Break”.

Na época, lá pelo ano de 2010, Wentworth entrou em depressão profunda, se comportando de maneira suicida, e acabou saindo do peso que o público estava acostumado a ver.

Essa fase complicada em que o ator engordou um pouco foi utilizada para fazer brincadeiras e memes na internet e, ao se deparar com uma dessas imagens – em que brincam que, ao sair da prisão, ele teria descoberto o McDonald’s e engordado, o ator resolveu ir ao Facebook para comentar sobre o período.

Hoje eu virei um meme. E não foi a primeira vez. Este, no entanto, é diferente dos outros — em 2010, eu estava semi-aposentado, e estava me mantendo longe da mídia por inúmeros motivos. O primeiro e mais importante deles era porque eu era suicida

Este é um assunto que eu já falei sobre, escrevi sobre e compartilhei com vocês. Mas, na época, eu sofri em silêncio, como muitos fazem. O tamanho da minha luta era conhecida apenas por muito, muito poucos. Envergonhado e com dor, eu me considerava um ‘objeto estragado’. E as vozes na minha cabeça me conduziam até o caminho da autodestruição. Não pela primeira vez. 

Eu luto contra a depressão desde criança. É uma batalha que consome o meu tempo, minhas oportunidades, meus relacionamentos e milhares de noites maldormidas. Em 2010, no ponto mais baixo da minha vida adulta, eu estava procurando qualquer tipo de alívio/conforto/distração. E eu a encontrei na comida. Poderia ter sido qualquer coisa — drogas, álcool, sexo. Mas comer se tornou a única coisa que eu esperava ansiosamente. Eu contava com ela para aguentar o dia. Em um determinado período, o ponto alto da minha semana era comer a minha receita favorita e assistir a um novo episódio de TOP CHEF. Às vezes isso era o suficiente. Precisava ser o suficiente. 

Então, é claro, eu engordei. Grande m*rda. Um dia, enquanto sai para caminhar com um amigo em Los Angeles, nós cruzamos com uma equipe filmando um reality show. Ignorando a minha presença, paparazzi estavam circulando. Eles tiraram fotos minhas, e estas mesmas fotos foram publicadas junto com imagens de uma outra época da minha carreira: “De Gato a Gordinho”, “De Em Forma para Flácido”, etc.

Minha mãe tem um daqueles ‘amigos’ que são sempre os primeiros a darem más notícias. Ele recortou um desses artigos de uma revista conhecida e mandou para ela pelo correio. Ela me ligou, preocupada. Em 2010, lutando pela minha saúde mental, era a última coisa que eu precisava.”

Segundo Wentworth, a foto do meme foi tirada por papparazzi durante uma visita ao set de filmagens de um reality show com um amigo e no dia seguinte estava estampando capas de revistas com manchetes agressivas, brincando com o aumento de peso.

“Resumindo, eu sobrevivi. Assim como essas fotos — e eu estou contente. Agora, quando eu vejo esta imagem minha, usando uma camisa vermelha e com um raro sorriso no rosto, eu me lembro da minha batalha. Minha resistência e minha perseverança ao enfrentar todos os tipos de demônios. Alguns internos, outros externos. 

Como um dente de leão nascendo no meio do concreto, eu persisto. De qualquer forma. Ainda. Apesar de. Eu preciso admitir, foi difícil respirar quando vi esse meme aparecer nas minhas redes sociais pela primeira vez. Mas, como tudo na vida, eu pude redefinir seu significado. E o significado que eu projetei nesta imagem é de força. Cura. Perdão. Minha e dos outros. 

Se você ou alguém que você conhece está lutando, ajuda está disponível. Fale algo. Mande mensagens. Mande e-mails. Pegue o telefone. Alguém se importa. Eles estão esperando ouvir notícias suas. Muito amor.”

Para terminar o seu depoimento, Wentworth fez um apelo para que as pessoas que conhecem alguém com depressão busquem ajuda, e compartilhou uma série de sites onde elas podem fazer isso. Confira no post original no Facebook do ator.

Fonte: Papel Pop

 

Compartilhe:

Faça um comentário