Bíblia Sagrada: “Viva do seu próprio trabalho e não às custas dos outros”
Foto: Divulgação

…e mais 3 conselhos bem claros das Escrituras sobre como lidar com dinheiro, poupança, investimentos, impostos e dívidas

A Bíblia Sagrada contém claras orientações não apenas para a nossa vida espiritual, mas também para o nosso dia-a-dia nesta breve passagem pelo tempo antes da eternidade.

Essas orientações incluem até conselhos para lidarmos melhor com o dinheiro e os bens materiais, evitando atitudes que prejudiquem o próximo e a nós mesmos.

Veja também:
Igreja proclamará santo o Cardeal John Henry Newman
Exposição precoce aos eletrônicos pode causar problemas cognitivos nas crianças

Aqui estão 4 exemplos:

1. Viva do seu próprio trabalho e não às custas dos outros

“Quando estávamos convosco, nós vos dizíamos formalmente: Quem não quiser trabalhar, não tem o direito de comer. Entretanto, soubemos que entre vós há alguns desordeiros, vadios, que só se preocupam em intrometer-se em assuntos alheios. A esses indivíduos ordenamos e exortamos a que se dediquem tranquilamente ao trabalho para merecerem ganhar o que comer” (II Tessalonicenses 3, 10-12).

2. Mantenha uma poupança

“Na casa do sábio há reservas de comida e azeite; o homem imprudente, porém, devora tudo o que pode” (Provérbios 21, 20).

3. Planeje bem os seus gastos e investimentos

“Quem de vós, querendo fazer uma construção, antes não se senta para calcular os gastos que são necessários, a fim de ver se tem com que acabá-la? Para que, depois que tiver lançado os alicerces e não puder acabá-la, todos os que o virem não comecem a zombar dele, dizendo: Este homem principiou a edificar, mas não pode terminar” (Lucas 14, 28-30).

4. Pague seus impostos e suas dívidas
“Pagai a cada um o que lhe compete: o imposto, a quem deveis o imposto; o tributo, a quem deveis o tributo; o temor e o respeito, a quem deveis o temor e o respeito. A ninguém fiqueis devendo coisa alguma, a não ser o amor recíproco; porque aquele que ama o seu próximo cumpriu toda a lei” (Romanos 13, 7-8).

Fonte: Aleteia

Faça um comentário