Bispo é feito refém e agredido por assaltantes em sua casa
Dom Jean-Pierre Delville / Foto: Facebook Diocèse de Liège - Bistum Lüttich

O Bispo de Liège (Bélgica), Dom Jean-Pierre Delville, foi agredido e assaltado por um grupo de desconhecidos que entraram na sua casa na noite da terça – feira, 14 de agosto.

Segundo afirmou a Diocese de Liège em um comunicado de imprensa, na madrugada do dia 14 para 15 de agosto, os ladrões entraram na residência de Dom Delville por uma janela no primeiro andar.

Os criminosos “estavam encapuzados e eram profissionais” e “agrediram o Prelado e o seu afilhado que estava em sua casa” e “ameaçaram matá-los”.

Veja também:
Como São Miguel Arcanjo conduziu Maria ao céu
Ao comungar se recebe a vida do Senhor, recorda o Papa Francisco no Ângelus

“Eles os ameaçaram e pediram dinheiro, achando que o dinheiro arrecadado das igrejas estava no local”, assinalou a Diocese.

“Os ladrões explicaram que estavam procurando dinheiro para poder curar a filha de um deles, que tinha 5 anos e estava doente. Eles falavam alemão, uma língua estrangeira não identificada e não falavam muito bem francês”, explica o comunicado.

Os delinquentes pediram ouro a Dom Delville, mas ele “tinha apenas três cálices que se conservam no oratório e na capela do Prelado”.

Além disso, levaram “pinturas valiosas”, algumas de Picasso, e “quatro objetos de alabastro do século XVII que decoravam a sala do conselho”.

Depois, “prenderam o Prelado e o seu afilhado no banheiro, onde foram encontrados sãos e salvos no dia seguinte”.

Em declarações a ‘Radio Télévision Belge de la Communauté Française’(RTBF), Dom Delville expressou que perdoava os seus agressores, ao perceber que estas pessoas que o enfrentaram tinham um “contexto problemático”.

E acrescentou que os ladrões lhe disseram que estavam observando durante sete meses e acreditavam equivocadamente que havia uma grande quantidade de dinheiro no local. O Prelado afirmou que os fundos recolhidas nas paróquias não são enviados a esta sede da igreja.

Fonte: ACI Digital

Faça um comentário