Bolsonaro visita o Santo Sepulcro e o Muro das Lamentações
Foto: Vatican Media

Nesta terça-feira, na parte da manhã, o presidente participou da abertura do encontro empresarial Brasil-Israel

Como previsto na agenda do Presidente Bolsonaro em visita a Jerusalém, a tarde de ontem foi dedicada à oração pelo Brasil. Primeiramente, na Basílica do Santo Sepulcro, onde foi seguido o protocolo do “Status Quo”. O presidente foi recebido pelas 3 comunidades responsáveis pela Basílica: os franciscanos, os greco-ortodoxos e os armênios. No Santo Sepulcro e na capela do Calvário, o presidente fez orações pelo país.

O segundo lugar foi o Muro das Lamentações. É o local sagrado para o judaísmo, por ser parte do Segundo Templo de Jerusalém. As pessoas que visitam o lugar deixam suas orações nas frestas das pedras. Perguntado sobre o que deixou no muro, Bolsonaro respondeu: “Deus, olhe pelo Brasil”.

A visita ao Muro das Lamentações faz parte do protocolo de chefes de Estado em visita ao pais. A novidade deste ato foi a presença do primeiro-ministro, Benjamin Netanyahu que acompanhou o presidente.

Veja também:
Vaticano publica Exortação Apostólica sobre os jovens e a vocação
Ajude o filme “Duas Coroas” de São Maximiliano Kolbe a ser produzido no Brasil

Após o anúncio da abertura do escritório comercial brasileiro em Jerusalém a Autoridade Palestina afirmou que vai chamar seu embaixador no Brasil para consultas e para estudar uma resposta à medida. Ao ser questionado sobre o tema o presidente respondeu que não quer ofender ninguém, “mas queremos que respeitem a nossa autonomia”. Nesta manhã a noticia é que Embaixadores árabes reunirão-se com o secretário geral do Itamaraty.

Nesta terça-feira, na parte da manhã, o presidente participou da abertura do encontro empresarial Brasil-Israel e teve outros compromissos como a visita à exposição de produtos de empresas de inovação. A tarde será dedicada à visita ao Yad Vashem, o Memorial as vítimas do Holocausto, onde será seguido o protocolo de Chefes de estado.

Fonte: Vatican News
Compartilhe:

Faça um comentário