China comemora a impressão de 200 milhões de Bíblias

Das 200 milhões de Bíblias impressas, mais de 85 milhões de cópias das Bíblias são em Braille e em 11 línguas minoritárias étnicas

A China estabelece um novo recorde mundial na impressão de Bíblias, produzindo cerca de 200 milhões de cópias do livro sagrado, distribuídas no país asiático e no resto do mundo. As impressões são feitas pela Amity Printing Company (APC) da China, que produz Bíblias de forma rápida.

As primeiras 100 milhões de Bíblias impressas pela empresa com sede em Nanjing, levaram 25 anos, com o marco de 100 milhões alcançado em 2012. Em apenas oito anos, a Amity Press produziu outros 100 milhões de Bíblias, atingindo um total de 200 milhões de cópias este ano.

“Foi uma celebração maravilhosa da parceria entre a Amity Foundation, a Igreja na China e a Igreja em todo o mundo”, disse Melissa Lipsett, da Sociedade Bíblica Australiana.” Isso demonstra o incrível impacto que pode ser causado quando nos unimos a uma visão”.

“Deus tornou possível”

Melissa também disse que “esse marco incrível representa a Bíblia colocada nas mãos e corações de milhões de cristãos chineses; uma conquista notável que Deus tornou possível.” Isso é ainda mais notável, uma vez que a China é um país comunista onde não há liberdade religiosa.

“Das 200 milhões de Bíblias impressas, mais de 85 milhões de cópias foram impressas e distribuídas às igrejas na China, incluindo cópias em Braille e Bíblias em 11 línguas minoritárias étnicas”, disse Qiu Zhonghui, Presidente do Conselho da Fundação Amity, em celebração.

O Diretor Geral das Sociedades Bíblicas Unidas, Michael Perreau, parabenizou a APC por alcançar esse marco notável. Ele observou que o estabelecimento da APC e a conclusão de 200 milhões dos Livros Sagrados é um milagre que ninguém pode entender.

Ele também refletiu que ainda há pessoas esperando a palavra de Deus em seus próprios idiomas e grupos que ainda não sabem que Deus faz a língua do coração.

Compartilhe:

Faça um comentário