Comunidade Jesus Menino levará testemunho pró-vida à JMJ Panamá 2019
Foto: Comunidade Jesus Menino

Neste mês de janeiro, a Comunidade Católica Jesus Menino terá a oportunidade de, pela terceira vez, levar o seu testemunho pró-vida aos jovens de diversos países em uma Jornada Mundial da Juventude (JMJ) e, para isso, lançou uma campanha a fim de arrecadar recursos para custear as passagens aéreas.

A Jesus Menino, fundada em 1990 por Antônio Carlos Tavares de Mello (conhecido como Tonio), é uma comunidade católica de vida consagrada que tem como carisma acolher Jesus Menino presente nas pessoas com deficiências. Atualmente, possui sua sede em Petrópolis (RJ), uma casa de missão em Brasília (DF) e também representações na Europa. Todo o trabalho é realizado por consagrados e voluntários e conta com o apoio de doações. Sua atuação é considerada referência na defesa da vida e contra o aborto.

Foi no último mês de dezembro que a Comunidade recebeu a esperada notícia confirmando sua participação na JMJ Panamá 2019.

“Depois de receber mais de 400 propostas todas de muito boa qualidade e depois de uma difícil tarefa de seleção, com grande alegria queremos lhes anunciar que sua proposta foi selecionada para participar no Festival da Juventude durante a Jornada Mundial da Juventude 2019 a realizar-se no Panamá”, diz a carta de aceitação enviada à Comunidade Jesus Menino pela organização da JMJ.

Veja também:
Este é o Kit do Peregrino para a JMJ Panamá 2019
JMJ Panamá 2019 anuncia programa oficial do Festival da Juventude

Em declarações à ACI Digital, Tonio contou que estarão no Panamá de 23 a 29 de janeiro, “com testemunho e canções de nosso jovens Felipe e Alex, em defesa da vida”.

“Levaremos também o novo caminho vocacional, para os jovens virem à nossa casa para fazer essa experiência de Nazaré e levá-la aos seus países, construindo essa nova civilização em defesa da vida, da família, seguindo os moldes da Família de Nazaré”, acrescentou.

Além disso, explicou que pretendem levar “a mensagem da inclusão e do valor da pessoa humana como ela é e a valorização do chamado à missão dos leigos na Igreja e na sociedade”.

Irão representar a Comunidade Jesus Menino no Panamá quatro pessoas, Tonio, Felipe, Alex e também o músico e missionário Leonardo Camargo, que irá acompanhá-los na apresentação.

“Os meninos têm idade de 32 e 34 anos, o Felipe e o Alex. Eles são jovens com necessidades especiais, têm paralisia cerebral; o Felipe tem deficiência visual total e o Alex, parcial. Os dois são músicos, o Felipe canta e o Alex é o autor das músicas”, explicou o fundador.

Segundo ele, as canções “são inspiradas no coração de Deus” e, através delas, os dois músicos “procuram cantar o que está no coração deles, que é essa superação e também a defesa da vida”.

“Eles querem levar esta mensagem ao mundo de que todos devem ser amados, todos devem ser acolhidos, porque Deus tem uma missão para cada um, independente de ser especial ou não, de ter uma deficiência ou não, são pessoas que necessitam ser amadas. Então, em todos os sentidos, sim sempre à vida”, ressaltou.

Experiências na JMJ

Esta será a terceira Jornada Mundial da Juventude da qual a Comunidade Jesus Menino participará. “Eles já estiveram na JMJ do Rio de Janeiro, quando nos apresentamos na Semana Missionário na Diocese de Petrópolis, dando testemunho e cantando para os grupos que estavam hospedados aqui”, recordou Tonio.

“Estiveram também na Cracóvia, na última Jornada Mundial da Juventude, onde se apresentaram no pré-evento, uma hora antes do Papa chegar ao palco principal da vigília, e cantaram uma música que fizeram especialmente para esta Jornada da Polônia. Foi lindo demais!”, expressou.

Missão no México

Após participar da JMJ Panamá 2019, a Comunidade Jesus Menino seguirá também para o México, onde realizará uma missão entre 30 de janeiro e 5 de fevereiro. “Estamos em contato com grupo pró-vida da Cidade do México, para levar a mensagem também às escolas e paróquias, a parceria vocacional para experiência de jovens em nossa casa e implantação do carisma nessas terras”, contou Tonio.

Para realizar essas viagens, o fundador da Jesus Menino disse que estão “buscando recursos”. “Temos hospedagem e acolhidas e todo cuidado nesses países, como sempre acontece onde vamos convidados a dar nosso testemunho e vida. Porém, para o Panamá, estamos com reserva de quatro passagens” e precisam de colaboração para arrecadar os recursos necessários para pagá-las.

“Precisamos rezar à providência para que este total chegue e nós possamos ir ao Panamá. Nós não temos esse dinheiro, mas creio que isso vai acontecer, porque Deus nos chamou lá”, completou.

Fonte: ACI Digital
Compartilhe:

Faça um comentário