Na vida religiosa existem muitos termos utilizados para qualificar as funções de cada pessoa. Para a vida religiosa feminina existem três termos que são mais conhecidos, são eles: Freira, Irmã e Madre.

Para entender essa nomenclatura a Irmã Elza Maria Pianta, Franciscana do Coração de Maria escreveu quando e como se usam esses termos.

Freira

“Freira” é o feminino da palavra “Frei” que vem do latim: “Frater” que significa: “Irmão”. Portanto, a palavra “freira” é o mesmo que “Irmã”.

Leia também:
Qual a razão pela qual católicos não podem ser maçons?
Por que os católicos são tão devotos de Nossa Senhora?

Irmã

“Irmã ou Freira”: é o título dado à mulher que se consagra totalmente a Deus na Vida Religiosa. A Freira ou Irmã, pertence a uma Congregação Religiosa e professa os Votos de Castidade, Pobreza e Obediência. Vivendo vida fraterna em Comunidade, dedica-se à Oração e ao serviço aos irmãos de acordo com o Carisma e a Missão de sua Congregação ou Instituto Religioso.

Madre

“Madre”, do latim “mater”, em português: “Madre” que significa “Mãe”.

“Madre” é o título dado à Irmã Religiosa que exerce a função de Coordenadora de uma Comunidade de Irmãs ou de uma Congregação Religiosa. Cabe a ela a responsabilidade do cuidado em geral de suas Irmãs, principalmente no que se refere à fidelidade ao Carisma e Missão da Congregação.

Fonte: A12

Faça um comentário