Crucifixo que salvou Roma da Peste negra é levado à Praça São Pedro para benção extraordinária | Imagem: Reprodução

Papa Francisco concederá ao mundo a benção extraordinária Urbi et Orbi na presença da Imagem de Cristo milagroso

No último dia 16, o Papa Francisco saiu do Vaticano e foi até a igreja Romana de São Marcelo para pedir pela saúde do mundo, perante o crucifixo que salvou Roma da Peste Negra. Agora a imagem de Cristo está sendo levada para praça São Pedro para fazer parte da benção Urbi et Orbi que o Santo Padre realizará no próximo dia 27 (sexta-feira).

De acordo com o Jornalista vaticanista Francesco Antonio, a imagem foi removida às 18h30 da última quarta-feira e será instalada temporariamente na Praça de São Pedro. A basílica que possui o crucifixo existe desde o século V.

Leia mais:
Nossa Senhora apareceu para cristãos que seriam vítimas de pandemia mundial no século passado

O crucifixo milagroso

A imagem de Cristo na cruz tomou fama de milagrosa após ser a única imagem que ficou intacta após um incêndio que quase destruiu por completo a igreja em que o crucifixo se encontra. O acidente aconteceu em maio de 1519 e se tornou um marco de fé para os romanos.

Três anos depois, a mesma imagem foi utilizada nas preces de Roma para vencer a peste negra que dizimava a Europa. A imagem foi utilizada como forma de procissão por 16 dias, quando se encerrou o último dia, a doença finalmente teve o seu fim.

Leia mais:
Papa concederá Benção Urbi et Orbi extraordinária, entenda

O crucifixo possui atrás o nome de cada Papa que o utilizou na tradicional procissão que acontece a cada 50 anos após o testemunho do milagre. O nome mais recente é de São João Paulo II.

Fonte: ACI Digital

Compartilhe:

Faça um comentário