9 conselhos para ajudar a melhorar uma das relações mais complicadas que existem.

As inúmeras piadas e brincadeiras sobre o tema das sogras podem ter algo de realidade, pois há erros cometidos pelos pais que podem acabar prejudicando o casamento dos seus filhos, sem ser esta sua intenção.

Não há dúvida de que é difícil ver os filhos indo embora de casa para formar uma nova família. Mas o maior desejo dos pais é ver os filhos felizes. Por isso, quando os filhos se casam, a atitude dos pais precisa ser de acompanhamento e apoio, não de críticas e comentários destrutivos, que perturbam a harmonia.

Principais erros das sogras

Na relação sogra-nora/genro, o que deve reinar é o respeito. A sogra precisa manter-se à margem das decisões e estilo de vida dos filhos e suas novas famílias. Apresentamos, a seguir, os principais erros das sogras, que devem ser evitados ao máximo:

1. Tentar ter autoridade no lar do filho.

2. Criticar os gostos da nora na decoração da casa que pertence – exclusivamente – ao casal.

3. Impor sua própria maneira de criar, tratar e educar os filhos – ou seja, seus netos.

4. Dar indiretas ao filho para que continue frequentando a casa dos pais como se fosse a sua, porque no fundo não se quer viver a separação que o casamento do filho implica.

5. Ser cúmplice de todos os erros que o filho comete.

6. Fazer de tudo para chamar a atenção do filho, sem se importar se ele acaba descuidado da própria vida conjugal.

Os 9 grandes conselhos

Os conselhos a seguir se aplicam tanto a noras quanto a genros:

1. Não julgue

Em geral, desde que conhecemos a namorada do filho, acabamos formando em nossa mente uma ideia de como ela pode ser. No entanto, busque oportunidades para conhecê-la melhor e não se deixe levar por como você acha que ela é.

2. Faça a sua parte

Tente colocar-se no lugar da sua nora e lembre-se de que ela sempre procurará agradar você, porque você é a mãe da pessoa a quem ela ama. Então, é importante também esforçar-se por iniciar uma verdadeira amizade.

3. Não se intrometa

Lembre-se de que os problemas do casal são exclusivamente do casal. Não tente ajudar a solucioná-los nem coloque seu filho contra a esposa. Só eles poderão tomar as decisões necessárias.

4. Dê ao casal o lugar que lhe corresponde

É verdade que, como mães, sentimos que merecemos o amor completo dos nossos filhos. Mas agora é preciso entender que, para o seu filho, o casamento dele é a prioridade. Como você também fez um dia, ele agora formou uma família.

5. Não faça sua nora se sentir mal

É óbvio que, com a sua experiência, você sabe muito mais coisas que a sua nora, sua comida é melhor etc. Mas não precisa jogar isso na cara dela, e menos ainda em público. Elogie o que ela faz. Coloque-se no lugar dela e lembre-se de como a pessoa se sente mal ao ouvir que errou, sobretudo quando esta correção vem da sogra.

6. Não dê conselhos que não foram pedidos

Muitas vezes, com a intenção de ajudar, aconselhamos nossas noras e genros sobre como educar os filhos e até sobre como tratar nossos filhos, mas não deve ser assim. Eles são os únicos que têm completa autoridade e decisão para saber como agir. Só dê sua opinião quando eles lhe pedirem.

7. Quando as coisas andam mal

Quando você sentir que suas nora passou dos limites, aja com inteligência e não torne o problema maior do que é na realidade. Nunca vá fofocar sobre isso com seu filho (pois isso o coloca em uma posição difícil). Ele sozinho perceberá o que está acontecendo, cedo ou tarde, e saberá o que fazer.

8. Propicie um ambiente de cordialidade

Surpreenda-os com um delicioso jantar em casa ou propondo atividades juntos: um dia de campo, fazer compras com sua nora, ir ao cinema etc.

9. Fique atenta

Toda vez que você perceber que sua nora pode precisar de ajuda (ao organizar uma festa, quando fica doente, acaba de dar à luz etc.), nunca é demais oferecer sinceramente seu apoio para o que for preciso. Independentemente da resposta, sinta-se feliz e propicie um ambiente cordial.

Fonte: Aleteia

Compartilhe:

Faça um comentário