Diocese da Coreia do Norte será consagrada a Nossa Senhora de Fátima

Numerosos fiéis participaram da Missa que dedicou a Nossa Senhora de Fátima a diocese de Pyongyang, na Coreia do Norte

A Arquidiocese de Seul (Coreia do Sul) celebrou uma Missa na Catedral de Myeongdong, na quinta-feira, 25 de junho, por ocasião do 70º aniversário do início da Guerra da Coreia, que começou em 25 de junho de 1950, após a invasão da Coreia do Norte.

 

 

Segundo destaca Asia News, o Cardeal Andrew Yeom Soo-jung, Arcebispo de Seul e Administrador Apostólico da Coreia do Norte, presidiu a Missa e dedicou a Nossa Senhora de Fátima a diocese de Pyongyang, que sofre perseguições embora careça de visibilidade, e encorajou os fiéis a uma renovação espiritual e à nova evangelização da Península coreana.

Numerosos fiéis participaram da Missa, respeitando sempre a capacidade e seguindo as indicações de segurança para evitar o contágio pelo coronavírus.

Leia mais:
Catolicismo: um fenômeno que não para de crescer na Coreia do Sul

O Cardeal Yeom, que viveu a Guerra da Coreia, lembrou-se dos mais de 2 milhões de soldados e civis que morreram durante a guerra, assim como da perseguição que os cristãos sofreram.

 

Segundo dados do Departamento de Estado dos Estados Unidos, entre 10 e 45% das pessoas detidas por sua fé na Coreia do Norte são cristãs.

Com informações de ACI Digital
Compartilhe:

Faça um comentário