Em tempos de coronavírus sacerdote leva sacramentos aos doentes | Imagem: Reprodução

“Para isso que nos ordenamos” disse o padre que continua indo ao encontro dos doentes mesmo em meio à pandemia de coronavírus

Devido a pandemia de coronavírus, as recomendações que estão sendo feitas são de total isolamento, principalmente os doentes, devido ao risco de alta contaminação. No entanto, o sacerdote mexicano Padre Juan Cedeño continua cuidando dos fiéis doentes, inclusive nos hospitais.

O sacerdote afirmou que é para isso que os padres se ordenam e que devem ser outro Cristo no mundo, que não desampara a humanidade quando ela mais precisa:

Leia mais:
Hoje a Igreja celebra o dia de São Jorge, mártir e defensor da fé cristã

“Hoje precisamos de sinais de esperança, sinais de luz, de amor, de que Deus está comigo apesar da dor e do sofrimento. Por isso, ousei sair um pouco mais quando me pedem, me solicitam e vou aos hospitais para ungir”.

Quando questionado se não possuía medo de ser contaminado, Padre Juan não o negou, porém também disse confiar em Deus e sua proteção enquanto cuida dos doentes. Também ressaltou a alegria e o agradecimento dos fiéis após receberem a benção e não se sentirem mais sozinhos sem a graça de Deus.

Leia mais:
Padre Delton Filho lança a música “Vou Confiar”

“Há dor na família, há dor nas pessoas, e chega o Padre e celebra para eles. São sinais de muita esperança, de agradecimento. E as pessoas ficam dizendo ‘Deus está conosco, Deus nos visitou’”.

O sacerdote também ressaltou que tem tomados os cuidados recomendados. Sempre utiliza máscara, lava bem as mãos, coloca a bata e luvas sempre que está no hospital.

Fonte: ACI Digital

Compartilhe:

Faça um comentário