Fábio de Melo se junta a Kleber Lucas para apoiar centro de religião afro

O padre Fábio de Melo se desculpou pessoalmente com o babalaô Ivanir dos Santos, interlocutor da Comissão de Combate à Intolerância Religiosa (CCIR), por suas declarações durante uma homilia, recentemente divulgadas em vídeo, onde ele ironizou a macumba. A publicação teve mais de 3 milhões de visualizações e viralizou na internet. O encontro dos religiosos foi durante um café, na manhã deste domingo, na Barra da Tijuca.

O religioso já havia pedido desculpas em suas redes sociais. “Fui infeliz na piada e não precisava. Não é mais engraçado. Precisamos compreender que o riso sobre o outro pode ser cerramento doloroso para ele. Ivanir ganhou um parceiro definitivo”, afirmou o padre hoje, no encontro.

Leia também:
Padre idoso de 83 nos que foi brutalmente golpeado fica paralítico
Neymar escreve carta à torcedora de 13 anos brutalmente assassinada

Ivanir notificou o padre logo que soube da repercussão das declarações do religioso e o encontro foi marcado para hoje, que teve ainda a participação do pastor Kleber Lucas, da Igreja Batista Soul.

“Esse episódio trouxe uma oportunidade para reforçarmos que não temos barreiras entre as religiões e que temos que combater a intolerância religiosa”, disse o babalaô.

Visita a terreiro em Nova Iguaçu

O Centro Espírita Caboclo Pena Branca, em Nova Iguaçu, foi depredado e incendiado ontem – Reprodução Whatsapp

Os líderes religiosos seguiram para Nova Iguaçu, onde visitam o terreiro de candomblé Centro Espírita Caboclo Pena Branca, que foi vandalizado no último dia 8. O caso aconteceu poucos dias depois que as declarações do padre Fábio de Melo foram divulgadas. Lá, vão se encontrar com o o proprietário do terreiro, Sergio Malafaia D’Ogum. A polícia investiga o caso de vandalismo.

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, localizada no mesmo bairro do terreiro, está em campanha de arrecadação de verba para a reconstrução do terreiro. Os membros também doarão mão de obra.

Fonte: O Dia

Compartilhe:

Faça um comentário