Fiéis se reúnem em capitais como Rio de Janeiro, Boa Vista e Campo Grande para homenagear o santo.

A cidade do Rio de Janeiro comemorou ontem (20) o aniversário de seu padroeiro São Sebastião. A celebração organizada pela arquidiocese da cidade teve início às 10h, com a realização de uma missa na Basílica Menor de São Sebastião, na Tijuca, comandada pelo Cardeal Dom Orani Tempesta. Às 16h, houve uma procissão que seguiu a imagem do padroeiro até a catedral, onde foi realizada uma encenação do auto de São Sebastião. Considerado um dos santos mais populares do país, São Sebastião é protetor contra a peste, a fome e a guerra.

O santo também é padroeiro da capital de Roraima, Boa Vista. Os católicos da cidade comemoraram a data com uma procissão marcada para às 17h saindo da Igreja São Sebastião, que com mais de 90 anos é considerada um patrimônio da cidade. Em seguida houve a celebração de uma missa com o bispo Dom Roque Palocci. A festa terminou com um arraial.

Outra capital que comemora o Dia de São Sebastião é Campo Grande. A Igreja de São Sebastião é uma das mais antigas da cidade onde a festa em homenagem ao santo é uma tradição com 80 anos de história. Ontem, a programação começou às 6h, com a Alvorada Festiva. Às 7h, foi celebrada a missa solene e a procissão está marcada para as 18h30. Às 19h, a festa religiosa se encerrou com a missa campal.

Todos os anos, o turismo religioso movimenta milhões de viajantes no Brasil. Além de São Sebastião, o país conta com celebrações com o Círio de Nazaré em Belém (PA), uma das maiores festas religiosas do mundo, que reúne cerca de dois milhões de fiéis no segundo domingo de outubro. A Romaria à Juazeiro do Norte (CE) chega a receber cerca de dois milhões de devotos de Padre Cícero por ano, além da Romaria à Nova Trento (SC) onde está o Santuário da Madre Paulina, considerada a primeira santa brasileira, com cerca de 20 mil peregrinos por mês.

Fonte: Turismo.gov

Compartilhe:

Faça um comentário