Foi inaugurada no Egito a maior igreja do Oriente Médio
Foto: Vatican Media

A Catedral da Natividade foi inaugurada oficialmente durante uma Missa celebrada na noite de domingo, véspera do Natal Ortodoxo, celebrado neste dia 7 pelas Igrejas que seguem o Calendário Juliano.

Foi inaugurada oficialmente na noite entre domingo e segunda-feira, por ocasião do Natal copta, celebrado em 7 de janeiro, a maior igreja do Oriente Médio, construída na nova capital administrativa egípcia, a leste do Cairo. O patriarca da Igreja Ortodoxa Copta, Tawadros II e o presidente egípcio Abdel Fattah al-Sisi participaram da missa.

Ainda no domingo, o Papa Francisco enviou uma mensagem em vídeo à Igreja Copta por ocasião do Natal e da inauguração da nova Catedral.

Veja também:
Vaticano faz ação de emergência pelos mais pobres contra frio rigoroso em Roma
Para que serve o Observatório Astronômico do Vaticano?

Catedral da Natividade de Jesus

A Catedral chamada “Milad al Massih” (Natividade de Jesus), ocupa uma área de 7500 metros quadrados. O complexo abrigará a sede do Patriarcado Copta e de escritórios administrativos, além de uma praça.

A Igreja como “barco” da salvação

O estilo arquitetônico da Catedral, fiel à tradição copta, quer recordar a Arca de Noé, e assim, repropor a imagem da Igreja como um “barco” de salvação que navega entre as turbulências da história, rumo à meta celeste do paraíso.

A participação do Chefe de Estado na liturgia do Natal copta também atesta o sólido relacionamento com a maior comunidade cristã do Oriente Médio. Al-Sisi é o primeiro presidente egípcio a participar das solenidades litúrgicas dos coptas. (Com L’Osservatore Romano)

Fonte: Vatican News

Faça um comentário