Imagem de São Brás | Imagem: Reprodução

São Brás é conhecido por ser o santo protetor da garganta e médico da igreja.

São Brás nasceu na Armênia, no final do século III. Formado em medicina, o santo se encontrou muito incomodado pois sentia um grande vazio, vazio este que mais tarde percebeu que só seria preenchido por Deus.

Assim, abrindo o coração à Nosso Senhor, São Brás foi evangelizado e passou a ser conhecido como o médico não só do corpo, como também da alma de quem ele atendia.

Era um excelente profissional da área, curava inúmeras pessoas, fazendo tudo por amor a Deus e muitos de seus pacientes eram evangelizados ao se deparar com a fé do médico.

Leia mais:
Papa Francisco: idosos “são componentes vitais de nossas comunidades”

Em um momento de sua vida, decidiu se retirar e viver em profunda oração no Monte Argeu.

Em suas intenções, ele sempre pedia para que outras pessoas encontrassem a verdadeira felicidade que ele encontrou na igreja e em Cristo.

Quando o bispo da região morreu, São Brás a pedido do povo, se ordenou padre e em seguida assumiu o papel de bispo para amparar os fiéis na fé.

Naquela época, o cristianismo vivia sob desumana perseguição. Com isso, ao se espalhar a fama de santidade de São Brás, ele foi preso e torturado a fim de que renunciasse sua fé.

Leia mais:
Ouça a canção de Augusto Cezar e Diego Andrade “Quando o Amor Chegar”

Sem sucesso obtido pelos perseguidores, o santo foi condenado a morte e morreu degolado.

De acordo com as histórias de seus milagres, quando ele se dirigia para o martírio, foi lhe apresentado uma criança que estava morrendo engasgada com um espinho de peixe na garganta.

A mãe desesperada, implorou a ajuda de São Brás, que ao orar para Nosso Senhor, a criança foi curada.

Por esse motivo, São Brás é conhecido como Santo protetor da garganta.

Fonte: Canção Nova

 

Compartilhe:

Faça um comentário