A Igreja Católica começa a aderir um novo conceito de captação de recursos, o crowdfunding, que já faz sucesso no Brasil em outros segmentos.

 

Igreja Católica vem conquistando cada vez mais espaço na Internet. A comunicação entre os fiéis e os trabalhos pastorais realizados pela Igreja ganham força através deste meio. Agora são as plataformas de “crowdfunding” – doação coletiva, que chegam dando incentivo e visibilidade a Projetos que há muito tempo não saiam do papel. E a Igreja começa a aderir com entusiasmo a este novo conceito de captação de recursos que já faz sucesso no Brasil em outros segmentos. Estima-se que, desde 2010, quando a primeira plataforma foi lançada no País, mais de 50 milhões de reais já foram arrecadados. Nos Estados Unidos, país que originou o sistema, esse número já ultrapassou a casa dos bilhões de dólares. Isso mesmo: BILHÕES! O grande “case” dos americanos foi a primeira campanha de eleição do presidente Barack Obama, financiada em mais de 40% por “crowdfunding”.

Partilhe é um sistema simples e acessível que veio para facilitar e auxiliar projetos exclusivamente ligados à Igreja Católica. Tudo é realizado através de uma plataforma WEB, onde os projetos são cadastrados pelos próprios idealizadores. Vinculada a uma Rede Social também católica – www.echatolicus.com, os projetos são divulgados em grande escala e qualquer pessoa pode ajudar escolhendo a melhor forma de fazer suas doações, que podem ser recebidas por boletos ou cartões de créditos. O diferencial desse método de arrecadação é que os projetos só são realizados se obtiverem sucesso na captação, ou seja, alcançarem 100% do valor estipulado. Se ultrapassarem essa meta, o valor excedente é transferido para outros projetos que não lograram êxito, tudo escolhido pelos doadores. Agora, se o projeto não conseguir sucesso, o doador recebe seu dinheiro de volta ou transfere o valor para outro projeto de sua escolha.

A Associação Petras está à frente do Projeto Partilhe em Parceria com várias entidades, entre elas o CERIS – Centro de Estatísticas e Investigações Sociais que realiza o Censo Anual da Igreja e publica o Anuário Católico do Brasil. Aliás, a próxima edição do Anuário está sendo oferecida aos assinantes pela plataforma Partilhe. A CNBB já utiliza o sistema, adaptado para ela, para receber doações através da Internet para as Campanhas da Fraternidade e de Evangelização. A JMJ Rio 2013 também utilizou o sistema para captar recursos na campanha “Quero mais JMJ”, realizada em maio de 2013 quando o Partilhe passava por testes. Várias organizações da Igreja Católica já estão aderindo ao Partilhe e cadastrando seus projetos.

O endereço da plataforma é  www.partilhe.org Para cadastrar um projeto, basta registra-se no site e seguir todas as orientações detalhadas disponibilizadas a partir do link Como fazer. Além das taxas de cobrança cobradas pelos bancos e administradoras de cartões, o Partilhe cobra uma pequena comissão para manter seus custos. Para realizar uma doação basta escolher um Projeto clicar em Financiar este Projeto e seguir o passo a passo. Os doadores também recebem recompensas dos donos do projeto em agradecimento pelo gesto de doar. Também pelo site, há uma equipe disponível para informações e dúvidas, clique no link Contato ou envie um e-mail para [email protected].

 Fonte: Blog Partilhe

Compartilhe:

Faça um comentário