Igrejas fechadas: nosso lar também é casa de Deus | Imagem: Reprodução

Para não agravar a pandemia de coronavírus, igrejas foram fechadas, mas o nosso lar também é fonte de oração

Para conter a pandemia de coronavírus, seguindo as recomendações das autoridades, estabelecimentos foram fechados, inclusive as igrejas. Tal fator, causou revolta em algumas pessoas e em outras, desespero. Afinal, no momento em que mais se necessita da misericórdia de Deus, como estar em sua presença se as portas de sua casa estão fechadas?

Mas é preciso manter a calma. As instituições religiosas paralisaram suas atividades, pois como cuidadora do povo de Deus, a igreja possui a responsabilidade de zelar pela comunidade, prevenindo que o contato entre os fiéis possa piorar a proliferação do COVID-19, inclusive devido à grande parcela de idosos (grupo de risco) que frequentemente comparecem às missas e eventos.

Leia mais:
#eurezoemcasa: participe do movimento de fé contra a pandemia de coronavírus

Nosso lar também é casa de Deus

Existe uma frase muito utilizada por vários padres que é: “a igreja começa dentro de casa”. Ou seja, mesmo que seja importante comparecer às celebrações eucarísticas, é dentro do nosso lar que a evangelização, a oração e a fé começam. Dessa forma, que sempre tenhamos em mente, que Deus se faz presente em nossas casas.

Assim, nessa época de Quaresma, em que – os que podem- se encontram em quarentena, é importante fazer o nosso lar, também casa de Deus. Não há missas, mas há a oração sincera, não há encontros, mas há a união da família para rezar o santo terço, não há celebração litúrgica, mas há a bíblia que diariamente possibilita a meditação da palavra do Senhor.

Leia mais:
Saiba como assistir as missas da Mãe Aparecida em casa

Utilizando os meios de Comunicação

É importante lembrar que no YouTube encontramos vários canais católicos que produzem conteúdo religioso, homilias de padres e meditação. Da mesma forma, meios de comunicação católicos como a A12 e Canção Nova transmitem missas, terços e palestras diariamente, possibilitando que sejamos evangelizados dentre de nossos lares.

Por Redação Catholicus

Compartilhe:

Faça um comentário