Imagem anterior foi destruída pelos jihadistas em 2013

No último sábado, 13 de junho, foi inaugurada numa das montanhas da cidade síria de Maaloula, uma imagem da Virgem Maria que substitui outra destruída pelos jihadistas em 2013.

 

 

Segundo a Rádio Vaticano, a instalação da nova imagem foi celebrada por várias famílias cristãs e alguns líderes religiosos.

Maaloula está a cerca de 55 quilômetros de Damasco e tem uma população de aproximadamente quatro mil habitantes, em sua maioria cristãos. Esta cidade ficou conhecida pelas suas igrejas e mosteiros durante o século I, além de ser um lugar onde ainda se fala aramaico, o idioma da época de Cristo.

No final de 2013 a cidade estava nas mãos dos extremistas muçulmanos que sequestraram algumas religiosas e mulheres que estavam hospedadas em um convento local. Alguns meses depois foram libertadas.

Em abril de 2014 o exército sírio reconquistou a cidade.

Agora, com a nova imagem da Virgem Maria, busca-se voltar à normalidade nesta cidade cristã.

Os cristãos da Síria, assinala a Rádio Vaticano, representam cerca de 10% da população, estimada em 22 milhões de habitantes. Por causa da guerra que dura mais de quatro anos, pelo menos 30% deles buscaram refúgio nos países limítrofes como Líbano, Jordânia e Turquia, ou são refugiados internos.

As Nações Unidas estimam mais de 220 mil mortos e 680 mil feridos desde que a guerra civil na Síria começou.

 

 

Via ACI

Compartilhe:

Faça um comentário