Você era do tempo em que se jogava pião? E a cama de gato, então, que fazia um verdadeiro nó na cabeça? Aqui lembramos algumas das principais brincadeiras que faziam a cabeça da garotada na hora do recreio. Afinal, recordar é viver!

Quem nunca pediu para os pais comprarem um pacote de salgadinhos só para ganhar mais um tazo? Os redondinhos faziam o maior sucesso na hora do recreio, e ter vários de cada tipo era pura ostentação!

Os ioiôs da Coca-Cola foram a maior febre. Existiam vários modelos e cores, e a criançada queria mesmo era colecionar todos (além de arriscar uma manobra ou outra com o brinquedo, claro).

Mais conhecido como “bichinho virtual”, o Tamagotchi era outro grande sucesso nas escolas. Quem nunca correu aquele perigo de ser pego pelo professor enquanto dava comidinha, banho e até carinho para a criatura não morrer?

Lembra do pirocóptero? A criançada queria comprar caixas e mais caixas do pirulito para colecionar as diferentes cores. A sensação do recreio era fazer o palitinho voar o mais alto possível.

Quem não se lembra da alegria que era ir até a banca de revistas só para comprar um pacote de figurinhas? Para muita gente, as que vinham repetidas no envelope tinham um destino certo: o jogo de bafo. As disputas eram acirradíssimas!

Outra coleção indispensável era a de cartas do Super Trunfo. O jogo podia ser de vários temas, incluindo caminhões, carros e até animais. Quem decorava as cartas é que se dava bem nessa, já que as partidas eram disputadas entre as categorias de cada carta.

Mini-game com 1.000 jogos! Será que alguém zerou todos eles??? Algumas escolas até permitiam que as crianças usassem o brinquedo durante o recreio. Mas era SÓ durante o horário do lanche. (Ainda bem! Imagine a dispersão se pudesse brincar na sala de aula rs).

Fonte: UOL
Compartilhe:

Faça um comentário