Na África aconteceu milagre que permitirá a canonização de Padre Spinelli
Foto: Diocese de Cremona.

No dia 14 de outubro, Pe. Francesco Spinelli foi canonizado pelo Papa Francisco. Graças ao milagre realizado em um recém-nascido na República Democrática do Congo, na África.

Em 25 de abril de 2007, nasceu um bebê no Hospital maternidade de Binza, em Kinshasa, capital da República Democrática do Congo. Neste local, que recebe de 20 a 30 crianças diariamente, as Irmãs Adoradoras do Santíssimo Sacramento realizam seu trabalho apostólico.

O recém-nascido e sua mãe receberam alta três dias depois. Mas, no trajeto, a mãe deu um passo em falso e instintivamente firmou o bebê com seus braços, de tal forma que provocou uma hemorragia grave nele.

Ao voltar para o hospital, os profissionais de saúde tentaram ajudá-lo durante cerca de 45 minutos. Para salvá-lo, era preciso realizar uma transfusão de sangue urgentemente. Mas, a gravidade do bebê era tanta que suas veias estavam se afinando, o que tornava impossível o procedimento.

Veja também:
Papa Francisco: O discípulo cristão não deve ter medo da pobreza
Bolsonaro, sobre os bispos brasileiros: “eles são a parte podre da Igreja católica”

Nesse cenário, existiam outras alternativas de tratamento, mas, devido à escassez de tecnologia no hospital e a impossibilidade de conseguir uma transferência rápida para outra unidade, os médicos deram o bebê por morto.

Enquanto isso acontecia, a Irmã Adeline, religiosa adoradora responsável pela maternidade do hospital, notou a gravidade do bebê e pediu sua comunidade para que rezassem pela salvação da criança.

Fonte: ACI Digital

Faça um comentário