Na festa de Nossa Senhora de Luján, Papa Francisco será um

“Estarei com vocês espiritualmente, como peregrino espiritual e virtual” expressou Papa Francisco em uma carta ao Arcebispo de Mercedes-Luján

O Papa Francisco expressou que será um “peregrino espiritual e virtual” durante a próxima festa que será realizada em 8 de maio em homenagem a Nossa Senhora de Luján, padroeira da Argentina.

“Querido irmão, o dia 8 de maio se aproxima… e o meu coração ‘viaja’ em direção a Lujan”, expressou o Santo Padre em uma carta ao Arcebispo de Mercedes-Luján, Dom Jorge Scheinig, em 28 de abril.

“Estarei com vocês espiritualmente, como peregrino espiritual e ‘virtual’. Olharei para ela mais uma vez e, mais uma vez, deixarei que ela me olhe. ‘O seu olhar é de fato um olhar que ‘renova’ e ‘dá força’”, acrescentou.

Leia mais:
Noivos realizam matrimônio com fotos de amigos e parentes nos bancos da Igreja

“E eu não estarei sozinho, mas junto com o santo povo fiel de Deus que a ama tanto, um povo fiel e pecador como eu”. “Mudaremos o seu manto todos juntos, diremos a ela as nossas preocupações e as nossas alegrias. Pedirei que cuide de nós e, porque sou um pecador, pedirei que nos dê a graça de sempre pedir perdão, não nos cansarmos de pedir perdão … porque sabemos que seu Filho nunca se cansa de perdoar”, continuou.

“E farei a promessa de me comportar melhor ‘roubando’ a palavra daquele grande sacerdote da minha diocese anterior: ‘Esta noite, ó Virgem, a minha promessa é sincera. Mas, em todo caso, não se esqueça de deixar a chave do lado de fora’. E voltarei para casa com a certeza de ter recebido uma graça”, concluiu a carta do Papa Francisco, citando o Pe. Amelio Luis Calori.

Leitura da carta

A carta foi lida por Dom Scheinig durante a Missa de domingo, 3 de maio, na Basílica de Nossa Senhora de Luján. Os bispos da Argentina incentivaram o início de uma novena em homenagem a Nossa Senhora de Luján, em 29 de abril.

Assim, os argentinos rezam com fé de suas casas pelo tempo difícil da pandemia.

“Ela nos ensina a escutar, nos ensina a sermos irmãos, que não haja exclusões dos bens essenciais para todos. Que chegue a todo o povo o bem da saúde. Maria de Luján, Rogai por nós!”, expressou um comunicado da Conferência Episcopal Argentina.

Todos os dias, até quinta-feira, 7 de maio, incentiva-se a oração por grupos específicos da sociedade através das redes sociais e do Santuário de Luján.

A Missa de 8 de maio será realizada sem os fiéis e se pedirá pelo fim da pandemia e pela pátria.

Com informações de ACI Digital
Compartilhe:

Faça um comentário