Dom Orani afirma que o Brasil pode se tornar um país ateu |Imagem: Reprodução

Arcebispo afirmou que a não aceitação vivenciada pelo cristianismo no passado, ainda se faz presente no Brasil e ao redor do mundo.

Durante a celebração da festa de São Sebastião no dia 20, o arcebispo  Dom Orani, advertiu que o Brasil corre o perigo de se tornar um país ateu e não laico.

Em sua homilia, ao recordar a história do santo-que é padroeiro do Rio de Janeiro -Orani associou as perseguições vivenciadas por São Sebastião às ainda vividas hoje, por católicos.

Leia mais:É anunciada a beatificação de brasileira “heroína da castidade”

“Mesmo em nosso país nós vemos os últimos acontecimentos como falar contra Cristo, Maria e os cristãos católicos, parece que além de render muito dinheiro, interessa as pessoas”

O arcebispo também relembrou falas do Papa Francisco que afirmam que os mártires dos últimos tempos são em maior número do que no passado.

Em seguida, afirmou que quanto mais perseguida, mais firme a fé cristã se mantém:

“Quanto mais perseguidos e martirizados, mais fortes, mais animados e mais evangelizadores nós somos e seremos ainda mais”

Leia mais:Cachorrinho invade missa e pede carinho para o padre

Ademais, disse que os cristãos não devem temer. É preciso resistir à opressão e depositar em Jesus a esperança, sem desanimar como o exemplo de São Sebastião.

“São Sebastião ao se levantar das flechadas e continuou a vida, aprendeu a não desanimar”

Fonte: ACI Digital

 

 

 

 

 

Compartilhe:

Faça um comentário