O hábito que Padre Pio utilizava quando recebeu os estigmas peregrinará à Polônia
Foto: Revista San Francesco

A vestimenta que São Padre Pio utilizava na ocasião em que recebeu os estigmas da Paixão, deixa as fronteiras da Itália pela primeira vez e será levado até a Polônia, onde visitará a capital Varsóvia e terminará o seu percurso em Cracóvia, onde foi arcebispo São João Paulo II, o Papa que canonizou Padre Pio em uma multitudinária celebração na Praça de São Pedro em 2002.

O anúncio foi feito pelo ministro provincial dos Frades Menores Capuchinhos da Província religiosa de Sant’Angelo e Padre Pio, Frei Maurizio Placentino.

Esta foi a roupa que o capuchinho usava no dia 20 de setembro de 1918, quando teve a visão de “nosso Senhor”, na qual Jesus lhe disse: “Eu te associo à minha Paixão”. Desde então, ficaram impressas no corpo de Padre Pio as cinco chagas da crucificação.

Veja também:
Por que o bondoso São Nicolau passou a ser associado à figura do Papai Noel?
“Todo filho tem que ver seu pai ajoelhar perante a Deus”, afirma Marcos Mion

“O período desta viagem foi escolhido pelos frades de San Giovanni Rotondo, juntamente com os das duas províncias capuchinhas da Polônia – explicou o Ir. Maurizio – para coincidir com duas festas marianas – A Imaculada Conceição e Nossa Senhora de Loreto – devido à grande devoção à Virgem Maria, Mãe de Deus, alimentada por Padre Pio, por Karol Wojtyla e todo o povo polonês”.

Fonte: ACI Digital

Faça um comentário