O método dos potes é uma das formas mais eficientes de lidar com o orçamento familiar ou pessoal. Tudo o que você deve fazer é dividir o dinheiro que planeja gastar em 6 potes. Cada pote é uma parte da sua vida. Dessa forma, você não vai gastar mais do que o previsto.

Pote 1: O mais importante (55% do seu orçamento)
O dinheiro deste pote está destinado aos gastos diários e pagamentos. Ele deve pagar também gastos com aluguel, condomínio, impostos e comida.

Pote 2: Diversão (10% do seu orçamento)
Você pode gastar essa parte em compras que, em geral, não fazemos, por exemplo uma garrafa de vinho ou um restaurante mais caro. Use essa parte do dinheiro como quiser.

Pote 3: Economia (10% do seu orçamento)
É o que garante a sua independência no futuro. Este dinheiro deve ser usado para investir e você não deve gastá-lo até que sinta liberdade econômica. Mesmo neste caso, não vale a pena gastar esse dinheiro sempre, ele pode te ajudar no futuro e ser importante numa emergência — um gasto médico imprevisto, por exemplo.

Veja também: 20 dicas para economizar no supermercado

Pote 4: Educação (10% do seu orçamento)
Este dinheiro deve ser usado com educação e crescimento pessoal. Lembre-se: você é o investimento mais importante. Use esse dinheiro para comprar livros, fazer cursos ou pagar inscrições em seminários.

Pote 5: Reservas pessoais (10% do seu orçamento)
Este valor pode ser utilizado para compras grandes, como uma televisão, uma anualidade na academia, ou mesmo um carro. Equivale ao seu fundo de reserva e deve ser reabastecido constantemente.

Pote 6: Caridade e presentes (5% do seu orçamento)
Use este dinheiro para presentes de aniversário, casamento ou outras festas. Você também pode doar dinheiro para alguma ONG.

Fonte: Incrível

Compartilhe:

Faça um comentário