Se você acha que as mulheres são boazinhas ou frágeis está enganado. Conheça as atitudes firmes das mulheres quando o assunto é traição.

“A traição nunca triunfa, porque se triunfasse ninguém mais ousaria chamá-la de traição” (J. Harington).

Traição, ato destrutivo e avassalador considerado pelo dicionário como um ato que atenta contra a segurança da pátria, ou seja, ação que desequilibra a instituição mais importante de toda a sociedade: a família.

Embora as mulheres possam ser consideradas erroneamente como o sexo frágil da sociedade, muitas vezes, nesses casos, são essas frágeis senhoras que aguentam firme as dolorosas feridas e sustentam os espíritos dos filhos.

Se erguem das cinzas com cores mais fortes e vibrantes.

Elevam suas almas com sua pureza de coração.

São fortes, mas também são justas, e sua justiça pode ser dolorosa. Veja a seguir algumas reações femininas ao comportamento de um traidor:

Sofrem, mas aprendem uma lição

Seu coração pode ser partido em milhões de pedaços por essa ação, pode chorar, ficar depressiva, desesperada, atordoada, sem rumo, sem razão para viver… Mas o choro passa, o desespero se encerra.

Nasce um novo caminho, novas perspectivas de vida, e as mulheres conseguem enxergar um futuro superbrilhante, mesmo que sozinhas.

Quando permitimos o sofrimento chegar e aceitamos sofrer pelo tempo necessário, ao final conseguimos amadurecer e crescer.

Esperam uma resposta elaborada

Segundo a Psicóloga Marisa de Abreu Alves, a mulher traída sofre muito, com certeza, mas sempre apela para sua inteligência também, procura descobrir quais foram os motivos reais que levaram o cônjuge a tomar essa atitude, e explicações que as ajudem a entendê-los.

Por isso, homens, não tentem continuar uma mentira com outra mentira, as mulheres conseguem perceber se estão sendo enroladas ou recebendo a verdade. Se almejam ser perdoados comecem com um verdadeiro e sincero arrependimento.

Não pensam em vingança

“A raiva que dá ao descobrir que foi traído leva ao descontrole, mas a vingança acaba com a paz interior”(comentário em página de rede social).

Algumas podem sim pensar em vingar-se, mas diferente dos homens, primeiro terminam seu relacionamento, seja namoro, noivado ou casamento, para então partirem para outra quando descobrem uma traição.

Considerando que socialmente falando: “Homem quando trai é garanhão, já mulher é vagabunda”, sabe-se que normalmente as mulheres voltam a ser vítimas das maldades sociais, por isso muitas evitam a vingança.

Temos um sexto sentido aguçado

Pode demorar um pouco, mas sabemos que conseguimos descobrir e que nada fica escondido.

Jamais uma traição fica encoberta, pode ser que leve algum tempo, mas os sinais e mudanças já estavam ali, às vezes nós que fingimos que não estávamos vendo.

Outra coisa, homens, nós mulheres sim percebemos quando aquela outra mulher está com segundas intenções; e se os alertamos, podem confiar, fiquem longe!

Espalham a notícia

Podemos ser as piores futriqueiras que você já ouviu falar, podemos usar nosso poder de convencimento e grupos de amigos para deixá-lo pelo menos com vergonha do que fez.

Pensam sim em separação

Em rodas de mulheres quando o assunto é traição, de 10 pelo menos 9 afirmam que se descobrirem uma traição certamente irão se separar do marido. Engana-se o homem que acha que tem dentro do lar uma esposa boa. Queridos, boa não é nada semelhante à boba ou burra!

Podem dar a volta por cima em renovação

“Quem é homem de bem, não trai o amor que lhe quer seu bem”(Vinicius de Moraes).

Todas às vezes que vejo um homem tentando humilhar uma mulher, logo digo a mesma: Deixe que faça o que ele está dizendo, se o fizer quem perde sempre são eles, a casa, o carro, a pensão e os filhos serão seus!

Nós conhecemos nossos direitos, queridos maridos, sabemos quem somos, e nos valorizamos, por isso cuidado, pense muito bem antes de cogitar qualquer tipo de traição, pois damos a volta por cima sim.

Homens de bem, estimem suas esposas, cuidem do que vocês possuem, sejam gratos ao amor que suas esposas lhes oferecem, poucas pessoas podem lhes amar como elas estão dispostas a amar.

Fonte: Familia.com.br

Compartilhe:

Faça um comentário