O que fazer quando a hóstia cai no chão?
Foto: Arquivo CN

A hóstia consagrada caiu no chão. E agora?

Antes de tudo, é preciso lembrar que o Pão e o Vinho consagrados, cada um deles, é Cristo, em seu Corpo, Sangue, Alma e Divindade. Jesus não apenas está no Pão e no Vinho, mas “é” o Pão e o Vinho. Então, qualquer ofensa às espécies consagradas, o Pão ou o Vinho, é gravíssima ofensa a Deus, o que significa profanação. O Pão e o Vinho consagrados são a presença real e substancial de Jesus, desde que não se deteriorem, deixando de ser pão ou vinho na sua realidade. É por isso que a hóstia consagrada e guardada no sacrário deve ser consumida e substituída, de tempo em tempo, pois a deterioração delas seria uma grave ofensa a Jesus, que é como que expulso delas.

Este é um motivo também pelo qual não se conserva o vinho no sacrário, pois, mais facilmente que o pão, ele se deteriora. É por isso também que não se dá comunhão em duas espécies, habitualmente, porque se o Vinho consagrado cair no chão, será muito mais difícil de ser recolhido totalmente.

Todo cuidado e respeito é necessário com o Corpo e o Sangue de Jesus, que, caridosamente, quer estar em nós, para ser “remédio e sustento de nossa vida”; e quer estar entre nós, como que cumprindo o que disse na sua despedida aos apóstolos na Sua Ascensão: “Eis que Eu estou convosco todos os dias até o fim dos tempos” (Mt 28,20). Assim, quando uma hóstia consagrada cai no chão, imediatamente deve ser recolhida pelo sacerdote ou pelo ministro da Eucaristia. Pode até mesmo o fiel tomá-la e comungar dela mesma, caso esteja limpa.

Veja também:
Afinal, devo receber a hóstia na boca ou na mão?
De onde veio a palavra “hóstia”?

Imagine um cachorro, que esteja ali perto, possa comer a hóstia consagrada. Ele teria ingerido o Corpo de Cristo. Uma lástima, pois Jesus não deixaria de estar ali. Veja a seriedade da questão! É recomendado que o sacerdote ou o ministro passe o sanguíneo no lugar onde a hóstia caiu para retirar daqui possíveis pequenas partículas que possam ter separado. Se, por acaso, a hóstia não estiver limpa (o que é difícil de acontecer), então, ela deve ser colocada em água até que se dissolva e deixe de ser o Corpo de Cristo. O ideal é que ela seja consumida pelo sacerdote, se for possível.

A internet tem trazido algumas notícias referente a isso. Coloco aqui para nossa reflexão:

Roma, 09 Jun. 15 / 06:22 pm (ACI/EWTN Noticias) – Andrzej Duda, o novo Presidente da Polônia, surpreendeu a todos com sua rápida reação diante a queda de uma hóstia consagrada no chão durante a Missa de Corpus Christi celebrada pelo Arcebispo de Varsóvia, Cardeal Kazimierz Nycz. O Presidente Duda, de 43 anos, é um católico praticante e expressou abertamente sua oposição ao aborto, ao chamado “matrimônio homossexual” e à fecundação in vitro (FIV).

No último domingo, Duda compareceu à Missa que o Cardeal Nycz celebrou ao ar livre, em comemoração da Solenidade de Corpus Christi. Depois da consagração, devido um forte vento, uma hóstia caiu do altar. Quando Duda percebeu o que tinha acontecido, estava de joelhos e, imediatamente, levantou-se e recolheu com reverência a hóstia para logo entregá-la ao Cardeal e evitar que sofresse algum dano.

DETROIT, 15 Jan. 19 / 02:35 pm (ACI). Há alguns dias, em uma Missa nos Estados Unidos, uma pessoa deixou a hóstia consagrada cair no chão, e a reação do sacerdote celebrante viralizou nas redes sociais. “Na Missa desta noite, alguém deixou a Eucaristia cair no chão e essa foi a reação do padre Jim. Depois que todos receberam a comunhão, ele se prostrou em um dos joelhos, levantou a hóstia e a consumiu. Em seguida, limpou o chão com a mão e lambeu sua mão”, escreveu Nick Switzer em sua conta do Facebook em 5 de janeiro.

LEGNICA, 19 Abr. 16 / 07:00 pm (ACI).- O Bispo de Legnica (Polônia), Dom Zbigniew Kiernikowski, aprovou, no dia 17 de abril, a veneração de uma hóstia que sangra, a qual “tem as características distintivas de um milagre eucarístico”.

Relíquia

No Natal de 2013, uma hóstia consagrada caiu no chão na paróquia polonesa de Saint Jack, recordou o bispo em um comunicado, e depois de ser recolhida foi colocada em um recipiente com água. Pouco depois, apareceram manchas vermelhas na Eucaristia. Dom Stefan Cichy, então bispo de Legnica, criou uma comissão para analisar a hóstia. Em fevereiro de 2014, um pequeno fragmento foi colocado sobre um corporal e passou por provas de vários institutos.

O comunicado médico final do Departamento de Medicina Forense analisou que, “na imagem histopatológica, encontrou-se que os fragmentos continham partes fragmentadas do músculo estriado transversal. É mais semelhante ao músculo do coração”. As provas também determinaram que o tecido era de origem humana e acharam que apresentava sinais de sofrimento.

Dom Kiernikowski indicou que, em janeiro deste ano, apresentou esse caso à Congregação para a Doutrina da Fé do Vaticano. Em abril, de acordo com as recomendações da Santa Sé, o Prelado pediu ao pároco da paróquia de Saint Jack, Andrzej Ziombrze, para “preparar um lugar adequado para as Relíquias, de tal forma que os fiéis pudessem venerá-las”. Assim, todo cuidado é pouco com o Corpo de Cristo, que nos é dado como a maior expressão do Seu amor por nós.

Por Felipe Aquino
Fonte: Canção Nova

Faça um comentário