Oração pela conversão dos que não creem em Cristo
Foto: Divulgação

Composta por um dos maiores missionários evangelizadores da história da Igreja.

São Francisco Xavier foi um dos maiores missionários da história da Igreja.

Sacerdote jesuíta dentre os primeiros dessa grande congregação, ele foi enviado à Ásia para transmitir a mensagem de Cristo àqueles que ainda não O conheciam ou que, mesmo O conhecendo, ainda assim O rejeitavam.

Veja também:
Por que a Igreja celebra São Pedro e São Paulo no mesmo dia?
O exorcismo é real? Um diretor de cinema com certeza parece pensar assim

O sentido do termo “infiel”

Existem, nesse contexto, dois termos distintos para se referir aos não-crentes em Cristo: é usual o termo “pagão” como referência principalmente aos que não conhecem Jesus, enquanto “infiel” costuma ser mais usado em referência aos que O conhecem, mas não O acolhem.

Não se trata, porém, de uma regra absoluta: há muitos casos em que os termos são usados indistintamente (ou até confusamente).

No caso da oração que compartilhamos abaixo, o termo “infiel” é usado principalmente em referência àqueles que, tendo tido a oportunidade de conhecer Jesus Cristo, não quiseram acolhê-Lo.

Não se trata de um termo pejorativo, como se interpretaria em alguns ambientes nos dias atuais: é um termo apenas descritivo, originado da palavra latina “infidelis” (“aquele que não tem fé”). São Francisco Xavier o usa com misericórdia: nesses não-crentes em Cristo, ele enxerga pessoas que também foram criadas e são amadas por Deus e pelas quais Jesus deu a própria vida, conforme fica claro nesta súplica pela sua salvação.

Oração de São Francisco Xavier pela conversão dos infiéis

Deus eterno, Criador de todas as coisas, lembrai-vos que as almas dos infiéis são obras de vossas mãos, feitas à vossa imagem e semelhança.

Vede, porém, Senhor, que, em opróbrio vosso, dessas almas se vai enchendo o inferno.

Lembrai-vos que Jesus Cristo, vosso Filho, derramou todo o seu Sangue e padeceu morte atrocíssima por elas.

Não permitais, pois, Senhor, que o vosso Filho seja por mais tempo desprezado pelos infiéis.

Deixai-Vos, antes, aplacar e mover à piedade pelas orações de vossos santos e da Igreja, esposa do vosso Santíssimo Filho.

Lembrai-Vos da vossa misericórdia e, esquecendo a sua idolatria e infidelidade, fazei que também eles enfim conheçam Jesus Cristo, nosso Senhor, que é a nossa Salvação, Vida e Ressurreição, por quem fomos livres e salvos e a quem seja dada honra, glória e louvor pelos séculos dos séculos.

Amém.

Fonte: Aleteia

Faça um comentário