Osvaldo Teixeira, um senhor de 52 anos, viajou mais de 5 mil quilômetros de bicicleta, entre Goiânia e Rosário, na Argentina, para ver a filha, Yasmin, de 17 anos, que mora no país vizinho com a mãe.

A distância entre a capital de Goiás e a casa da filha são de 2.700 quilômetros. “Na ida é tudo maravilha. As pernas estão descansadas, o coração com pressa de chegar e há dinheiro no bolso”, explicou Osvaldo para a Revista de Bicicleta. “O problema é o retorno”, ele completa.

“Ele é uma lição de vida. O exemplo de que, quando ser algo e se tem vontade, não há obstáculos”, comenta a bióloga Marie Bartz, que conheceu Osvaldo em um posto de combustíveis e fez até uma selfie com ele, em Ponta Grossa (PR), voltando para o Brasil.

Osvaldo disse que poderia ter feito a viagem de ônibus, mas optou por ir de bicicleta para garantir sua liberdade. “Calculando bem, até daria. Mas eu não poderia parar onde e quando quero. O ônibus só para onde quer. Perderia a minha liberdade”, disse.

201220150925103650img_1_31_6599

Fonte: Catraca Livre

Compartilhe:

Faça um comentário