Papa convida fiéis a serem doadores de sangue

“Um ato simples, mas muito importante de ajuda ao próximo” afirmou o Papa neste domingo, expressa seu agradecimento a todos os doadores de sangue

O Papa Francisco convidou a ser doadores de sangue, “um ato simples, mas muito importante de ajuda ao próximo”.

Ao finalizar a oração do Ângelus neste domingo, 14 de junho, no Palácio Apostólico do Vaticano, o Pontífice lembrou que “hoje é o Dia Mundial do Doador de Sangue”.

Assinalou que “é uma ocasião para estimular a sociedade a ser solidária e sensível a quem necessita”. O Santo Padre expressou seu agradecimento a todos os doadores de sangue.

Leia mais:
Astronauta católico revela ter recebido a Eucaristia no espaço

Desde 14 de junho de 2004, a ONU celebra o Dia Mundial do Doador de Sangue. Sua celebração é o resultado do Dia Mundial da Saúde, comemorado em 2000 com o lema: “A segurança do sangue depende de mim: o sangue salva vidas”.

Além disso, este dia dedicado à promoção da doação de sangue e a agradecer aos voluntários também é uma consequência do trabalho realizado pela Federação Internacional de Organizações de Doadores de Sangue e da celebração realizada desde 1995, no Dia Internacional do Doador de Sangue.

O principal objetivo do Dia Mundial do Doador de Sangue é melhorar a segurança e a suficiência das necessidades de sangue de cada país, o que exige um aumento significativo de voluntários doadores.

Com informações de ACI Digital
Compartilhe:

Faça um comentário