Francisco tentou girar bola nos dedos, mas não conseguiu

O Papa confirmou ser um grande admirador e incentivador de práticas esportivas. Na útima quarta-feira, 6, após a audiência geral na Praça São Pedro, Francisco tentou “jogar” basquete com time do Harlem Globetrotters – famosos por fazerem malabarismos durante as partidas.

 

 

Francisco tentou girar a bola com um dos dedos, como fazem frequentemente os jogadores de basquete, mas não conseguiu. Então, um dos atletas ajudou o Pontífice a fazer o malabarismo. Além da brincadeira, Francisco ganhou uma camisa autografada pela equipe.

Essa é a nona vez que o time dos Globetrotters visita o Vaticano. Desta vez, a equipe veio ao Vaticano para celebrar os 90 anos de história do grupo. A ligação com a Santa Sé é tão grande que, em 2000, eles nomearam o então Papa João Paulo II como “membro honorário” do time.

Francisco recebe com frequência delegações esportivas nas audiências gerais e em encontros privados. Entre os que fizeram visitas estão: o seu time do coração, o San Lorenzo; o Bayern de Munique; o Barcelona; atletas olímpicos italianos e, nesta quinta-feira, 7, o time da Lazio.

 

 

Experiência educativa

As reflexões do Papa sobre o esporte como experiência educativa oferecem uma vasta gama de possibilidades a pais e educadores. Viver no esporte experiências coletivas foi um dos temas destacados por Francisco em 2014, quando recebeu na membros e atletas da Sociedade Esportiva Italiana na Praça São Pedro. A repercussão daquele discurso foi muito positiva: Francisco convidava os jovens atletas a não serem “fominhas”.

“Desejo que vocês possam vivenciar a beleza do jogo de equipe, que é muito importante para a vida. Não ao individualismo! Não a jogar para si mesmos. Na minha terra, quando um jogador faz isto, dizemos: “Mas este quer a bola só para si!». Não, isto é individualismo: não sejam fominhas, joguem em grupo”. Fazer parte de uma sociedade desportiva significa rejeitar qualquer forma de egoísmo e de isolamento, é a ocasião para encontrar e estar com os outros, para se ajudar, para competir na estima recíproca e crescer na fraternidade”, disse o Papa.

 

 

Veja fotos:

 

11188476_988693361142268_8470796008512810265_n


988538_988693491142255_6987433998960214871_n

 

1908183_988693351142269_6893963014757667416_n

 

 

 

Por Ansa e Rádio Vaticano

Compartilhe:

Faça um comentário