pastores viram católicos matrimônio
Imagem referencial / Crédito: Bohumil Petrik

Dois antigos pastores foram ordenados sacerdotes da Igreja Católica logo depois que os pastores votaram a favor do casamento entre pessoas do mesmo sexo.

Os ex-pastores anglicanos Simon Beveridge e Cameron Macdonald foram nomeados diáconos em junho, alguns dias após a Igreja Episcopal Escocesa ter votado esmagadoramente para permitir que os casais do mesmo sexo se casassem em sua igreja.

Leia também:
Bispos afirmam: Lei LGBT é doutrinante e tem fins inquisitórios
Ex-gay se converteu pela intercessão de Maria e hoje é pai

Ambos, segundo indica ‘The Sunday Herald’, se uniram ao Ordinariato Pessoal de Nossa Senhora de Walsingham, na Inglaterra e no País de Gales, criado em 2011 pelo Papa Bento XVI, para oferecer um lar aos antigos membros insatisfeitos do clero episcopaliano e anglicano.

O pastor Beveridge foi ordenado sacerdote em 14 de dezembro em Whithorn pelo Bispo de Galloway, Dom William Nolan; enquanto o pastor Macdonald foi ordenado no sábado, 16 de dezembro, por Dom Leo Cushley, Arcebispo de St. Columba’s e Edimburgo.

Cameron Macdonald ajudará o Pe. Len Black, o sacerdote mais antigo do Ordinariato na Escócia, enquanto o Pe. Beveridge será responsável por construir uma presença do Ordinariato em Galloway, uma das cinco comunidades na Escócia.

O diretor do Ordinariato no Reino Unido é Dom Keith Newton, ex-bispo da Igreja da Inglaterra, casado e, portanto, não pode ser Bispo na Igreja Católica.

Embora tenha a mesma autoridade que um bispo, não pode ordenar homens para o sacerdócio e convida outros bispos a fazê-lo em seu nome.

Dom Newton disse estar “encantado com acolhida que Dom Nolan e o Arcebispo Cushley mostraram ao Ordinariato”.

“Sua disposição para ordenar esses homens em meu nome para servir a Igreja Católica no Ordinariato, assim como a sua compreensão da nossa situação única e das suas palavras de encorajamento foram muito apreciadas e espero ansiosamente estar com eles nessas ordenações”, destacou.

Por sua parte, Pe. Black sustentou que este é um momento emocionante para o Ordinariato na Escócia.

“O fato de que esses dois novos sacerdotes trabalhem comigo nos permitirá oferecer mais oportunidades para que as pessoas vivam as nossas tradições litúrgicas únicas”, concluiu.

Fonte: ACI Digital

Faça um comentário