Imagem: Reprodução

Ao longo do calendário litúrgico, diferentes cores são utilizadas para representar um tempo.

No tempo comum, usamos o verde, mas por quê?

As cores

O calendário litúrgico é dividido pelos tempos: Comum, Advento, Natal, Quaresma e Páscoa.

Consequentemente cada um é representado por uma cor.

O Advento e Quaresma são simbolizados pela cor roxa e o Natal e a Páscoa pela cor Branca.

Além disso, vermelho é utilizado na missa de pentecostes e santos mártires; E rosa na pausa entre as preparações para os tempos da Quaresma e Advento.

Por fim, no tempo comum utilizamos o verde.

Leia mais: 5 Curiosidades sobre o Espírito Santo que talvez você não saiba

O tempo Comum

Ele é dividido em duas partes: a primeira entre os tempos do Natal e da Quaresma e a segunda entre os tempos da Páscoa e Advento.

Além dos tempos com características próprias, restam no ciclo anual trinta e três ou trinta e quatro semanas.

É um período sem grandes acontecimentos. Nele mostra-se Deus presente nas coisas mais simples. É um tempo de esperança, de acolhimento da Palavra de Deus.

Leia mais:Bispo critica a imagem transmitida por “Dois Papas”, filme da Netflix

A cor verde

De acordo com o Frater Murillo di Carvalho a cor verde é utilizada no tempo comum para simbolizar a esperança, já que é um tempo de espera:

“O Tempo Comum é simbolizado pelo verde, talvez nós damos simbolicamente ao verde o sentido da esperança. Então, talvez o Tempo Comum seja aquele de espera, de esperar um novo tempo sempre na graça e na alegria e amor de Cristo”

Fonte: Pai Eterno /  Cleófas

Compartilhe:

Faça um comentário