Quando aconteceu o primeiro Natal?
Quando aconteceu o primeiro Natal? (Foto:Divulgação)

Desde o século IV ou V, o dia 25 de dezembro é tipo como a celebração do nascimento de Jesus Cristo para a maioria dos cristãos. Porém, os estudiosos questionam se essa data é historicamente precisa.

Os próprios Evangelhos não se referem a uma data exata para o nascimento de Cristo, mas oferecem algumas pistas.

Veja também:
10 Árvores de Natal incríveis que você precisa conhecer
A canção que está fazendo as pessoas encontrarem Nossa Senhora

São Lucas nos dá uma informação importante:

“Naqueles tempos apareceu um decreto de César Augusto, ordenando o recenseamento de toda a terra. Este recenseamento foi feito antes do governo de Quirino, na Síria. Todos iam alistar-se, cada um na sua cidade.

Também José subiu da Galileia, da cidade de Nazaré, à Judéia, à Cidade de Davi, chamada Belém, porque era da casa e família de Davi, para se alistar com a sua esposa Maria, que estava grávida.

Estando eles ali, completaram-se os dias dela. E deu à luz seu filho primogênito, e, envolvendo-o em faixas, reclinou-o num presépio; porque não havia lugar para eles na hospedaria” (Lucas, 2:1-4,7).

Isso e o fato de os pastores estarem fora com suas ovelhas durante a noite poderiam apontar, de acordo com alguns estudiosos, “a temporada da primavera de parição das ovelhas”.

No entanto, os pastores nesta região são encontrados com suas ovelhas em todas as épocas do ano e, portanto, esta evidência não identifica definitivamente uma estação específica do ano em que o nascimento de Jesus teria ocorrido.

A evidência mais marcante é a respeito da estrela que paira sobre Belém. Em Mateus, lemos: “Homens sábios do Oriente vieram a Jerusalém, dizendo: ‘Onde está aquele que nasceu rei dos judeus? Pois vimos a sua estrela no Oriente, e viemos adorá-lo’” (2: 1-2).

De acordo com Colin J. Humphreys, existem várias interpretações diferentes quando os dados astronômicos são comparados aos eventos históricos:

“Supondo que a estrela de Belém era um cometa, havia 3 anos possíveis para ela aparecer: 12, 5 e 4 a.C.

Ao usar a data relevante, fixa nos Evangelhos, o décimo quinto ano de Tiberius César ( 28/29 d.C.), no qual Jesus é descrito com “cerca de 30 anos de idade” [cf Lucas 3], o ano 12 a.C. seria muito cedo para a data do nascimento de Jesus, já que por volta do ano 28 d.C. ele estaria com 40 anos de idade.

Supõe-se que Herodes, o Grande, tenha morrido na primavera do ano 4 a.C, mas estava vivo quando Jesus nasceu, o que torna improvável, embora possível, a possibilidade do nascimento no ano 4 a.C.

Além disso, os chineses não descrevem o cometa no ano 4 a.C. Isso, portanto, deixa 5 a. C, a data que Humphreys prefere. Os chineses dizem que o cometa apareceu entre 9 de março e 6 de abril e durou mais de 70 dias.”

Levando-se tudo isso em conta, “Humphreys deduz que Jesus nasceu entre os dias 9 de março e 4 de maio, no ano 5 a.C.”

Outros astrônomos, como Dave Reneke, afirmam que “no dia 17 de junho do ano 2 a.C, Vênus e Júpter estavam muito próximos e podem ter aparecido como ‘um farol brilhante de luz’”.

Independentemente do que a Astronomia possa nos dizer, muitos ainda acreditam que a estrela sobre Belém era simplesmente “milagrosa” e um fenômeno sobrenatural.

Isso negaria qualquer um dos dados anteriores, colocando a data do nascimento de Cristo em qualquer dia do ano.

Enfim, talvez nós nunca saberemos, deste lado da eternidade, a data histórica do nascimento de Jesus. Porém, o que é mais importante é a realidade da encarnação e como Cristo veio sobre a terra para nos trazer a salvação.

Foi um acontecimento que mudou o mundo e, espero, muda nossos corações sempre que o celebramos.

Fonte: Aleteia

Faça um comentário