Sacerdote católico recebe prêmio
Foto: Facebook Vineeth George

Pe. Vineeth George, um sacerdote católico claretiano de 38 anos, recebeu o prêmio de “Melhor cidadão da Índia” em Bangalore, em reconhecimento ao seu trabalho com os marginalizados na zona norte do país asiático.

A cerimônia de premiação foi realizada no dia 16 de abril e foi organizada pela International Publishing House, uma editora especializada em textos biográficos.

“Minha vocação é um dom nascido durante a minha infância. Sempre pensei em usar os talentos que Deus me deu para o benefício da Igreja”, disse o sacerdote em declarações a ‘Asia News’.

Pe. George nasceu em Hyderabad e foi ordenado sacerdote em janeiro de 2014. Formou-se na Loyola Academy, dirigida pelos jesuítas. Foi “naquele período que minha vocação foi reforçada”, comentou.

Veja também:
Papa na Audiência: nem tudo se resolve com a justiça; é preciso perdoar
Cristãos da Síria recordam sequestro de bispos em 2013

Depois, passou para o Matrusri Institute de pós-graduação e para a Universidade Jain Deemed. Em seguida, Vineeth George trabalhou na Dell Computer Corporation, na General Electric e também foi subdiretor do famoso jornal Deccan Chronicle. Também trabalhou no ministério de energia do governo indiano. “Eu era muito admirado por causa do meu profissionalismo”, indicou.

Depois de algum tempo, deixou tudo e entrou no seminário convencido da necessidade de servir ao próximo como sacerdote. “Graças a Deus, também sendo apenas um seminarista, em 2006, meus superiores me elegeram para ensinar administração no St. Claret College. Um ano depois da minha ordenação, fui nomeado vice-diretor do colégio e ocupei o cargo até dezembro de 2018”.

“Desde janeiro, estou fazendo doutorado em comportamento organizacional no Indian Institute of Technology de Hyderabad, um dos centros de ensino superior mais reconhecidos do país”, explicou o sacerdote.

Entre suas funções ao serviço dos mais necessitados, Pe. George também trabalhou como professor em um centro de formação profissional “em uma área remota do distrito de Rewari em Haryana, que faz parte da Arquidiocese de Deli”.

Explicou que “a escola está localizada em uma área onde moram apenas hindus, onde não há presença cristã. O centro recebe 30 jovens que abandonaram os estudos: as mulheres fazem cursos de estética e os homens estudam para serem eletricistas e encanadores”.

Depois de sua ordenação sacerdotal, seu “primeiro cargo foi no distrito de Garwha, no estado de Jharkhand”. “Eu fui vigário paroquial da Igreja de São Pedro, na Diocese de Daltonganj. Lá ensinei inglês para as crianças tribais que frequentavam a escola que ficava ao lado da paróquia”.

Agora, além do doutorado, Pe. George realiza algumas atividades pastorais na arquidiocese de Hyderabad e na diocese de Shamshabad.

A Igreja Católica tem aproximadamente 17,3 milhões de fiéis na Índia, representando menos de 2% da população total, que é cerca de 1,34 bilhões de habitantes, dos quais quase 80% professam o hinduísmo.

Fonte: ACI Digital

Faça um comentário