Sacerdote de 82 anos é agredido por mulher incomodada com som da Igreja
Sacerdote de 82 anos é agredido por mulher incomodada com som da Igreja (Foto:Divulgação)

O padre capixaba, Braz Carnielle, de 82 anos, foi agredido, no começo do mês (02/09), na Paróquia Santa Bárbara, em Rocha Miranda, Zona Norte do Rio de Janeiro.

O padre contou ao Folha Vitória que havia acabado de celebrar uma missa para crianças, por volta das 10h30. Quando iniciou o atendimento ao público, foi abordado por uma mulher, que mora próximo à igreja.

“Algumas pessoas me esperavam para serem atendidas, e ela entrou na minha sala dizendo que precisava falar comigo. Eu perguntei sobre o que era, e ela disse que se tratava do som da igreja. Falou que estava incomodada e que iria procurar seus direitos”, explica o padre.

Veja também:
Estátua da Virgem Maria “chora sangue” e atrai fiéis no México
Fiéis caminham mais de 35km movidos pela fé a Nossa Senhora Aparecida

O padre conta que após tal episódio, um funcionário do colégio, que é mantido pela paróquia, ligou pedindo ajuda. “Após o telefonema pedi que ela se retirasse, para que eu pudesse atender os funcionários da escola.

Ela caminhou até a porta, como quem fosse sair. De repente, voltou e deu um soco no meu olho, quebrando os meus óculos”, conta o pároco.

O padre foi socorrido por dois funcionários da igreja, que também aguardavam por atendimento. Ele foi encaminhado a uma Unidade de Pronto Atendimento e, em seguida registrou um Boletim de Ocorrência, na Delegacia de Inhaúma, também na Zona Norte.

O padre afirmou que nunca passou por situação semelhante. “Tenho 82 anos e nunca passei por nada parecido. Nunca fui agredido. Nem meu pai me bateu dessa forma”, desabafou.

O pároco disse ainda que a mulher, que teria causado a agressão, mora próximo à igreja há cerca de dois anos, mas não frequenta a paróquia. O assunto ganhou grande repercussão nas redes sociais e nos jornais cariocas.

Braz Carnielle nasceu no município de Venda Nova do Imigrante, região Serrana do Espírito Santo. Atuou na cidade de Vitória entre 1983 e 1992. Há 14 anos está a frente da Paróquia Santa Bárbara, no Rio de Janeiro.

Fonte: Nossa Senhora Cuida de Mim

Faça um comentário