Snoop Dogg diz acreditar que no céu “haverá maconha”

Após lançar seu novo álbum “Bible of Love” [Bíblia do Amor], com músicas gospel, o rapper Snoop Dogg está no centro de uma controvérsia sobre sua suposta conversão.

O histórico de Snoop, cujo nome de batismo é Calvin Broadus, é marcado por experiências religiosas e problemas com a lei.

Ele já foi preso por posse de drogas e armas no passado, além de ser suspeito de assassinatos. Foi membro do grupo islâmico Nation of Islam, e durante alguns anos anunciou ser a reencarnação do cantor de reggae Bob Marley.

Leia também:
“Todo filho tem que ver seu pai ajoelhar perante Deus”, diz Marcos Mion
Padre Fábio de Melo diz que seu cachorro é evangélico e irrita internautas

Em nenhuma das entrevistas até agora, Calvin Broadus, seu nome verdadeiro, mostra que teve uma mudança interior. Tudo indicava que se tratava apenas uma jogada comercial para faturar em um novo mercado.

Contudo, Snoop Dogg vem explicando que sua mãe, Beverly Tate, é uma evangelista. Ele foi criado em uma família cristã, embora tenha abandonado a religião na adolescência. Conta também que foi sua avó, Dorothy Tate, que lhe ensinou a gostar da sonoridade da música com seus corais e modulações vocais.

Em entrevistas recentes, o rapper vem dizendo que “sempre chamou Jesus de Senhor”, mas que não precisa se arrepender de nada. O que levantou suspeitas sobre sua “conversão” e muitas críticas.

Entrevistado no talk show de Jimmy Kimmel na noite de segunda-feira, o rapper voltou a falar do assunto. “Eu fui criado na igreja. O mundo em que vivemos tem tanta negatividade e violência. Eu só queria fazer algo que representasse paz, amor e felicidade”, afirmou.

Questionado sobre como via o céu, ele fez uma afirmação surpreendente, defendendo que na eternidade todo mundo vai se amar, não haverá violência, e que haverá maconha disponível.

Nas últimas semanas, o cantor disse em entrevistas não entender por que muitos líderes cristãos questionam a sua decisão de gravar um álbum gospel e que não se sente confortável em ver tanta gente pedindo que ele “dê provas” de uma mudança de vida.

Fonte: Gospel Prime

Faça um comentário