Um ano após canonização de pastorinhos, menino miraculado dá testemunho de fé
Lucas abraça o Papa Francisco na Missa de canonização de Francisco e Jacinta Marto / Foto: Facebook Santuário de Fátima

Há um ano, o Papa Francisco canonizou em Fátima, Portugal, os pastorinhos Jacinta e Francisco Marto, após o reconhecimento de um milagre recebido pelo menino brasileiro Lucas, o qual hoje testemunha sua fé e devoção, juntamente com sua família.

Na última semana, Lucas, os pais João Batista e Lucila Yurie e a irmã Eduarda estiveram na Paróquia Nossa Senhora de Fátima, em Cascavel (PA), onde participaram da novena da padroeira no dia 4 de maio.

“Eu me sinto muito feliz, porque não pensei que ia receber um milagre”, declarou o menino ao ‘Paraná TV’, da emissora RPC, afiliada da Rede Globo.

Veja também:
Ateus querem derrubar histórica cruz nos Estados Unidos
Cardeal belga apoia “bênção” de casais homossexuais

Segundo o pai da criança, João Batista, esse um ano após a canonização “tem sido testemunhar a nossa fé, a nossa convivência em família, a nossa união e participar de cerimônias como esta, onde podemos levar nosso testemunho de fé e vivência, para que as pessoas possam acreditar mais”.

Para ele, “é muito lindo poder testemunhar tudo o que aconteceu em nossa vida, na vida do Lucas”.

E a história do pequeno tem levado outras pessoas a buscaram a intercessão dos Santos Francisco e Jacinta Marto. De acordo com João Batista, ele e sua família recebem solicitações de orações, “pedidos de pessoas que passam por problemas principalmente de acidente de crianças”.

“Tivemos o testemunho de duas crianças em Curitiba que tiveram um trauma parecido com o do Lucas e alcançaram a graça através da oração aos pastorinhos”, contou ao telejornal.

Em 13 de maio de 2017, Lucas e a família estiveram em Fátima e participaram da Missa de canonização de Francisco e Jacinta Marto, presidida pelo Papa Francisco. Eles foram encarregados de levar ao altar os dons do pão e do vinho durante o ofertório.

Nesse que foi um dos encontros mais emocionantes durante a viagem do Papa Francisco a Fátima, o pequeno Lucas saudou o Santo Padre com um afetuoso abraço.

Em sua homilia, o Pontífice se referiu aos pastorinhos de Fátima como exemplos de superação das contrariedades e sofrimentos graças à presença divina em suas vidas.

“Como exemplo, temos diante dos olhos São Francisco Marto e Santa Jacinta, a quem a Virgem Maria introduziu no mar imenso da Luz de Deus e aí os levou a adorá-Lo”.

Dessa Luz de Deus, recebiam “a força para superar contrariedades e sofrimentos. A presença divina tornou-se constante nas suas vidas, como se manifesta claramente na súplica instante pelos pecadores e no desejo permanente de estar junto a ‘Jesus Escondido’ no Sacrário”.

A cura milagrosa do pequeno Lucas

Lucas recebeu o milagre da cura depois de sofrer uma grave queda de uma janela de 6,5 metros, que lhe causou traumatismo craniano e perda de tecido cerebral, em 3 de março de 2013. Levado ao hospital, teve que passar por uma cirurgia de urgência.

Sua família recorreu às orações das religiosas carmelitas, as quais começaram a pedir a intercessão dos santos pastorinhos para a cura do menino, o que aconteceu e a criança voltou para casa sem sequelas.

O milagre foi mantido “sob reserva” por prudência e foi revelado dois dias antes da canonização, em uma coletiva de imprensa com os pais da criança no Santuário de Fátima.

Naquela ocasião, o pai do menino, João Batista, afirmou que dão “graças a Deus pela cura do Lucas e sabemos com toda a fé do nosso coração, que foi obtido este milagre pelos Pastorinhos Francisco e Jacinta”.

“Sentimos a bênção da amizade destas duas crianças, que ajudaram o nosso menino e agora ajudam a nossa família”, completou.

Fonte: ACI Digital

Faça um comentário