Van bomba explode perto de igreja atacada no Sri Lanka
Foto: Reprodução

A polícia do Sri Lanka encontrou uma van com 87 detonadores de bombas na principal estação rodoviária em Colombo, capital do Sri Lanka, no meio do caminho entre os hotéis e o santuário de Santo Antônio, que sofreram o atentado no domingo de Páscoa, no qual morreram cerca de 300 pessoas.

A polícia tentou desativar a van, mas esta explodiu, criando pânico entre os cidadãos que temiam que fosse outro ataque. As autoridades informaram que, nesta ocasião, não houve nem vítimas, nem feridos.

Embora nenhum grupo tenha assumido a responsabilidade pelos atentados, o governo do Sri Lanka o atribuiu a um grupo islâmico local chamado National Thowheed Jama’ath.

Veja também:
Novo apelo do Papa: oração e solidariedade ao povo do Sri Lanka

O porta-voz do governo, Rajitha Senaratne, assegurou que não acreditam que “estes ataques tenham sido realizados por um grupo de pessoas limitado a este país: houve uma rede internacional por trás, sem a qual estes ataques não seriam bem sucedidos”.

Por essa razão, o presidente do governo assegurou que solicitará colaboração internacional para investigar a ligação dos terroristas com grupos no exterior.

Fonte: ACI Digital

Faça um comentário