Concluiu-se na terça-feira (14/02), no Vaticano, uma série de reuniões entre a comitiva do Comitê organizador da Jornada Mundial da Juventude 2019 e os representantes do Dicastério para os Leigos, a Vida e a Família.

Conheça o CONASPAR – Congresso Nacional de Secretários Paroquiais

O responsável pelo setor juventude do Dicastério, P. João Chagas, explicou à Rádio Vaticano o significado deste acordo de intenções, chamado “memorandum”.

[Você conhece a ExpoCatólica?!]

“É o documento que contém a memória do projeto da Jornada. Este que é o projeto não só de um evento e sim todo um projeto pastoral para a juventude e é como se fosse um pacto, por assim dizer, entre o nosso dicastério e a arquidiocese do Pamaná de fidelidade a este projeto iniciado por São João Paulo II e que também Bento XVI e o Papa Francisco têm levado adiante”.

JMJ 2019

A próxima Jornada Mundial da Juventude (JMJ), que será em 2019, no Panamá, será realizada de 22 a 27 de janeiro. A data oficial foi anunciada em coletiva de imprensa presidida pelo arcebispo local, Dom José Domingo Ulloa Mendieta.

O tema da JMJ no Panamá será “Eis aqui a serva do Senhor. Faça-se em mim segundo a tua palavra (Lc 1, 38)”, conforme anunciado pelo Vaticano em 22 de novembro passado. Até lá, haverá duas JMJs, celebradas em âmbito diocesano, e que também terão como foco Maria: “Grandes coisas fez por mim o Onipotente (Lc 1, 49), em 2017, e “Não temas, Maria, pois encontraste graça diante de Deus (Lc 1, 30), em 2018.

Os preparativos para o grande evento da juventude mundial já começaram. No último dia 12 de janeiro, foi realizado o primeiro encontro com representantes das paróquias sobre a acolhida dos peregrinos. Embora o evento seja só em 2019, daqui a dois anos, um dos temas que requerem maior atenção é a acolhida dos milhares de peregrinos de todo o mundo.

Fonte: Rádio Vaticano e Canção Nova

[Visitantes também têm lugar na ExpoCatólica]

Compartilhe:

Faça um comentário