Virgem do Nascituro sairá às ruas para defender a vida no Chile
Foto: Pe. Pablo Fernández

No sábado, 6 de outubro, a imagem da Virgem do Nascituro, abençoada pelo Papa Francisco durante sua visita ao Chile, acompanhará a marcha pela vida que percorrerá as ruas de Villarrica.

Sol o lema “Eu marcho pela vida”, a Diocese de Villarrica organizou esta atividade para as 10h, na orla da cidade.

Os organizadores convidaram a participar da marcha “todos os defensores da dignidade de toda pessoa humano, do direito a nascer das crianças, da proteção das mães com gestações vulneráveis e de uma digna morte dos enfermos e idosos”.

A imagem da Virgem do Nascituro é uma obra da escultora espanhola Elena Pilar Palomino Borbón e chegou ao Chile em 2015 a pedido do Bispo de Villarrica, Dom Francisco Javier Stegmeier.

Veja também:
Jogador de futebol abandona carreira para salvar a vida de sobrinho
Poderosa oração ao Espírito Santo para suplicar bênçãos sobre o Brasil

Muitas pessoas foram rezar diante da imagem da Virgem quando era debatido no Congresso o projeto de despenalização do aborto no Chile, que foi aprovado em 21 de agosto de 2017 sob as causas de violação, risco de morte para a mãe e inviabilidade fetal.

A estátua de bronze de 1,80 metros constitui uma confissão de fé na Encarnação do Filho de Deus no seio de Maria. Além disso, busca ser um canto à maternidade para que as mães possam recorrer a ela.

Sobre os símbolos da imagem, Deus é representado em suas três Pessoas, acompanhando na plenitude a Virgem. O Espírito Santo está no seio de Maria, perto do coração. O Filho no ventre de sua Mãe, fazendo-se carne. O Pai está representado em seu manto como a mão criadora da vida.

Além disso, o Menino se forma no ventre da Virgem e se faz também visível dentro da mão do Pai, como representação de todas as vidas humanas criadas por Deus.

Nesta quarta edição da marcha, a imagem da Virgem do Nascituro voltará a se fazer presente para representar o valor e a sacralidade da vida humana.

Em sua mensagem de convocação, Dom Francisco Javier Stegmeier advertiu que “os ideólogos do aborto” não se conformam em legalizar esta prática nas causas de violação, risco de morte para a mãe e inviabilidade fetal. “Seu objetivo final é o aborto total livre, em qualquer etapa da gestação da criança”, denunciou.

Por isso, o Prelado chamou a “promover a cultura da vida” e “unir forças” na marcha pela vida, pois “de nossa participação dependerá que se salvem muitas vidas”.

A marcha pela vida de Villarrica se soma a outras manifestações programadas pra o dia 6 de outubro no sul do Chile sob o lema “Salvemos as duas vidas”, em cidades como Chillán, Concepción, Puerto Varas, Chiloé, Punta Arenas, Porvenir e Puerto Williams.

Fonte: ACI Digital

Faça um comentário